Arquivo de ‘Significado das Imagens’

Santa Clara com a custódia

Santa Clara de Assis, filha espiritual de São Francisco de Assis, foi a fundadora da Segunda Ordem Franciscana ou, como é conhecida, da Ordem das Irmãs Clarissas.

Santa Clara nasceu na cidade de Assis, na Itália, em 1193. Era de uma família nobre. Quando sua mãe Hortolana estava grávida teve uma revelação de que daria à luz uma menina que seria mais brilhante do que a própria luz e que iluminaria o mundo inteiro. Assim, foi batizada com o nome de Clara.

Em 1211 Clara abandonou a sua família e se consagrou a Deus, seguindo os mesmos passos que São Francisco de Assis havia trilhado. No entanto, viveu a vida de pobreza em clausura, ou seja, dentro do convento de São Damião. ... (continuação)

Share Button

Muitas vezes Santo Antônio é representado com o Menino Jesus sobre um livro, em um dos braços, e também com um lírio, em outro braço.

A presença do Menino Jesus revela a sua grande intimidade com Jesus, na oração, e isto nos convida a aumentar também a nossa intimidade com o Senhor.

Em 1231, quando Santo Antônio já estava muito doente, hospedou-se no castelo de um conde, um grande amigo seu. Certo dia, o conde olhou pela fresta da porta do quarto onde o santo se encontrava e viu um grande feixe de luz. Ao abrir a porta, percebeu que o Menino Jesus estava no colo de Santo Antônio. O santo, no entanto, pediu segredo ao conde. ... (continuação)

Share Button

SANTA EDWIGES, PADROEIRA DO ENDIVIDADOS

Santa Edwiges muitas vezes é representada em suas imagens segurando um livro com uma coroa em cima ou segurando uma igreja. O que isto significa?

Nascida em 1174 na Alemanha, filha de um duque e de uma duquesa. Recebeu uma educação aprimorada com uma sólida formação cristã. Casou-se aos 12 anos com o príncipe de uma região da Polônia e cuidou da formação religiosa do marido e dos filhos. Teve seis filhos. Dois deles morreram precocemente. Ao se casar, recebeu uma fortuna como dote, usando este dinheiro para socrorrer os pobres e endividados. ... (continuação)

Share Button

Conta-se popularmente que “antes de se tornar cristão, ele teria relutado e adiado a conversão com muitas desculpas. O inimigo o tentava para que resistisse, e, em forma de corvo, o inspirava a repetir “Cras! Cras!“. Esta representação onomatopeica do grasnido dos corvos coincide com a palavra latina “cras“, que significa “amanhã“.

Certo dia, Expedito teria pisado decididamente a cabeça do corvo e retrucado “Hodie!“, que quer dizer “hoje”, assumindo assim a disposição heroica de se converter imediatamente, sem novos “cras“. ... (continuação)

Share Button