Mensagem de Otimismo: O leão e o coelho

sábado, julho 5, 2014

mensagem_otimismo_leao_coelho

Certa vez, um leão caiu numa armadilha, preparada na floresta pelo dono de um circo. Era uma grande jaula, cuja porta fechava-se automaticamente e depois só se abria pelo lado de fora.

Passou um coelho e o leão pediu: “Meu amigo, por favor, abra esta porta para mim!” O coelhinho ficou com pena e abriu.

Lá fora, o leão disse: “Coelho, eu vou comer você, porque estou com muita fome”. O coelhinho, tremendo de medo, disse ao leão: “Isso é uma injustiça, pois eu acabo de salvá-lo!”

O leão respondeu: “Então vou pedir a opinião dos primeiros três animais que nós encontrarmos”. Ele sabia que, como rei da floresta, ia comer o coelhinho de qualquer maneira. O coelho, não tendo outra saída, concordou.

Primeiro, consultaram o boi. Este respondeu: “Pode comer”. Falou assim porque ficou com medo do leão.

O segundo animal foi a onça. “Não”, disse ela. Isso porque ela mesma queria comer o coelho, e onça não tem medo de leão. O coelho ficou preocupado.

O terceiro bicho que encontraram foi a raposa. Esta ouviu toda a história e fingiu não entender. Por mais que explicassem, ela não entendia. O jeito foi os dois levá-la até a armadilha para explicar no local.

Chegando lá, ela disse: “Leão, entre aí dentro para eu ver direitinho como foi”. Quando o leão entrou, a raposa, mais que depressa, bateu a porta e a travou, ficando o leão novamente trancado. Em seguida, a raposa aconselhou o coelho a tomar cuidado com leões.

ENSINAMENTO: Jesus disse: “Eis que vos envio como cordeiros para o meio de lobos” (Lc 10,3). “Sede prudentes como as serpentes e simples como as pombas” (Mt 10,16).

Precisamos saber defender-nos das armadilhas que o mundo pecador arma no nosso caminho.

(fonte: http://www.a12.com – Pe. Queiroz – Texto com pequenas modificações)

Share Button

 

comentário(s)

  1. joão olimpio pereira disse:

    obrigado pala mensagem avise-me outras tá abraço

  2. ROSANA disse:

    Muito bom. Já passei uma fase em minha minha em que fui um coelhinho. Pago pelas consequências até hoje… Graças á fé que que tenho não foi pior…

Deixe uma resposta