Prepararai o caminho do Senhor – Evangelho Comentado

sexta-feira, dezembro 4, 2009

2º DOMINGO DO ADVENTO – EVANGELHO COMENTADO

Evangelho de Lc 3,1-6

O PRECURSOR (aquele que vem antes)

No ano décimo quinto do império de Tibério César, quando Pôncio Pilatos era governador da Judeia, Herodes tetrarca da Galileia, seu irmão Filipe tetrarca da Itureia e da Traconítide, Lisânias tetrarca de Abilene, sendo sumos sacerdotes Anás e Caifás, a palavra de Deus foi dirigida a João, filho de Zacarias, no deserto. E ele percorreu toda a região do Jordão, proclamando um batismo de arrependimento para a remissão dos pecados, conforme está escrito no livro das palavras do profeta Isaías: “Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, tornai retas suas veredas; todo vale será aterrado, toda montanha ou colina será abaixada; as vias sinuosas se transformarão em retas e os caminhos acidentados serão nivelados. E toda a carne verá a salvação de Deus”.

preparai caminho evangelho comentado jesus cristo igreja catolica canto da paz

COMENTÁRIO

Lucas apresenta João Batista como o último dos profetas do antigo testamento. Podemos deduzir isso pelo seu modo de descrevê-lo, pois os escritos proféticos também começam apresentando o contexto histórico no qual se desenrola a atividade profética, na qual a protagonista é a palavra de Iahweh. Ela não é uma teoria, uma nova filosofia, mas é uma realidade histórica: “não foi num recanto remoto que isto aconteceu” (At 26,26), mas tem coordenadas históricas e geográficas bem concretas.

Há um lugar privilegiado no qual Deus falou como um esposo ao seu povo, no deserto (cf. Os 2,16). E no deserto de Judá, “a palavra de Deus foi dirigida a João, filho de Zacarias” (Lc 3,2). Quem fala através de sua voz é a palavra. Quando a palavra se tornar visível, a voz desaparecerá. A palavra não é somente um grito, um chamado à conversão, mas sendo palavra de Deus começa já a se perceber a sua eficácia. De fato, o trecho termina com uma afirmação, dizendo: “E toda carne (todo homem) verá a salvação de Deus” (v. 6).

É a experiência mais espantosa que a comunidade cristã primitiva havia feito: ver resplandecer a vida e a imortalidade mediante o anúncio do evangelho (cf. 2Tm 1,10). Era o anúncio itinerante como o de João, que percorreu “toda a região do rio Jordão” (v. 3). Concretizava-se na descida das águas do Jordão, significado pela fonte batismal. Aí se deixava o corpo de pecado e acontecia uma conversão, pois surgia uma criatura nova, que o batismo de João prometia. É uma salvação que “toda carne (todo homem) verá” (v. 6). Está à disposição de todos os homens e não somente dos judeus. Então todos são convidados a prepararem “o caminho do Senhor” (v. 4). Essa estrada não é material, mas um caminho interior através do qual o Verbo de Deus pode entrar dentro do homem e tomar o seu lugar no coração dele.

(origem: www.miliciadaimaculada.org.br  –  fonte: do livro Homilias (Temas de pregação dos padres dominicanos) Falar com Deus – meditações para cada dia do ano (Francisco Fernández Carvajal)

  PARA SABER MUITO MAIS SOBRE O ADVENTO, CLIQUE AQUI

 

Share Button

 

comentário(s)

  1. Nângela disse:

    os artigos são ótimos. gosto muito do comentário do evangelho, mas sugiro que fosse colocado uma semana adiantado, para termos condições de saber o que é o evangelho do proximo domingo, que será por exemplo o terceiro domingo de advento.

Deixe uma resposta