41a. Oração de São Francisco de Assis

sexta-feira, outubro 2, 2009

CONTINUAÇÃO

A partir desse contexto, a Oração pela Paz ganhou asas e correu mundo, recebendo acolhida entusiasta de cristãos e mesmo de seguidores de outras religiões, que nela encontravam a expressão inspirada de ancestrais desejos de união e de paz.

2. Como foi atribuída a São Francisco

Temos algumas pistas que indicam como foi que essa oração anônima chegou a encontrar em São Francisco de Assis um pai adotivo e suposto autor. Não se trata de falsificação fraudulenta e sim de uma casualidade histórica, que, entretanto, contribuiu para tornar manifesta uma notável afinidade existente entre a Oração pela Paz e a espiritualidade franciscana.

Um primeiro passo se deu em torno de 1913, quando a oração foi estampada no verso de um pôster devocional que trazia a figura de São Francisco de Assis. O texto tinha simplesmente como título: "Oração pela Paz". Tempos depois, por volta de 1936, um pôster semelhante foi publicado em Londres com a mesma oração, traduzida em inglês, no verso. Desta vez, porém, ela foi atribuída diretamente ao santo representado na gravura, e recebeu como título: "Uma Oração de São Francisco". Com isto firmou ainda mais sua popularidade. Outro passo foi quando o senador americano Tom Connally leu a oração, atribuída a São Francisco, na Conferência da ONU, em 1945. Note-se que em todas as outras edições anteriores, o texto é anônimo, mesmo em revistas franciscanas, inclusive no ano do VII Centenário de São Francisco, em 1926. (6)

Leonardo Boff conta um episódio semelhante, ocorrido pouco depois da publicação da Oração pela Paz em Roma. Um franciscano que visitava a Ordem Terceira Secular de Reims, na França, mandou imprimir um cartão tendo de um lado a figura de São Francisco com a regra da Ordem Franciscana Secular na mão e, do outro, a Oração pela Paz com a indicação da fonte: Souvenir Normand. No final, uma pequena frase dizia: "essa oração resume os ideais franciscanos e, ao mesmo tempo, representa uma resposta às urgências de nosso tempo". Essa pequena frase, comenta L. Boff, permitiu que a oração deixasse de ser apenas Oração pela Paz para ser também conhecida como Oração de São Francisco, ou Oração da Paz de São Francisco de Assis. "Assim, essa oração passou a ser, simultaneamente, um resumo da devoção ao Sagrado Coração de Jesus e da espiritualidade franciscana" (7).

Pois há um parentesco entre a Oração pela Paz e a espiritualidade franciscana, permitindo que uma se reconheça no espelho da outra. Talvez, L. Boff exagere na fundamentação desse parentesco:

ESTE ARTIGO CONTINUA

Share Button

 

comentário(s)

  1. maria helena das neves disse:

    Frequento a capela São Francisco e Santa Clara em São Vicente no bairro jardim rio branco. Já passei esse site para algumas catequistas e também vou colocar
    no quadro de avisos. Obrigada por tantas informações maravilhosas. Amei conhecer esse site.

  2. pedro hermogenes disse:

    Os artigos referentes a religiosidade sempre são ótimos pois, assim devemos deles tirar proveito e seguir a sua integra, para nos tornar melhor e se concientizar que o mundo fique melhor, e que nossos irmãoszinhos tenham mais felicidade.

    grande abraço!

Deixe uma resposta