O Reino é como o grão de mostarda – Evangelho Comentado

sexta-feira, junho 12, 2009

 

11º DOMINGO DO TEMPO COMUM

Evangelho: (Mc 4, 26-34) – EVANGELHO COMENTADO

semente de mostarda evangelho comentado igreja catolica jesus cristo nossa senhora

SEMENTES DE MOSTARDA

"Jesus dizia: “O reino de Deus é como um homem que joga a semente na terra. Quer ele durma ou vigie, de dia ou de noite, a semente germina e cresce sem que ele saiba como. É por si mesma que a terra dá fruto, primeiro vêm as folhas, depois a espiga, em seguida o grão que enche a espiga. Quando o trigo está maduro, mete-lhe logo a foicinha, pois é tempo da colheita”. Dizia ainda: “Com que vamos comparar o reino de Deus, ou em que parábola vamos representá-lo? É como o grão de mostarda que, na semeadura, é a menor de todas as sementes da terra. Mas, depois de semeado, cresce e se torna maior do que todas as hortaliças. Estende ramos tão grandes que os passarinhos podem abrigar-se à sua sombra”.

COMENTÁRIO

Mais uma vez nos encontramos com Jesus ensinando através de parábolas. No Evangelho de hoje, Jesus compara o Reino de Deus com a semente que cresce sem que se perceba. Fala da pequenina semente de mostarda, que ao germinar se transforma numa árvore enorme, capaz de acolher muitos pássaros em seus galhos.

Um antigo ditado diz que a parábola é como o fino pavio de uma vela: aparentemente não tem nenhum valor, mas, por mais fraca que seja a sua luz, ela nos ajuda a descobrir um tesouro. Jesus sabia muito bem como adaptar seus ensinamentos através das parábolas. Sua linguagem era inculturada, popular.

Suas palavras eram facilmente assimiladas, até mesmo pelo mais humilde dos ouvintes. A grande preocupação de Jesus era a de fazer-se entender. Conseguiu atingir seu objetivo, pois sua linguagem era o próprio dia a dia daquelas pessoas. Eram agricultores, moradores da área rural, habituados ao plantio. As palavras de Jesus moldavam-se ao quotidiano daquele povo.

Precisamos imitar este exemplo de Jesus. O evangelizador tem que ter extrema preocupação com seu ouvinte. Precisa conhecê-lo profundamente. Saber dos seus gostos, seus costumes, seu modo de se expressar, para então, falar e ser entendido. Caso contrário, jamais vai despertar entusiasmo, jamais se fará entender.

Ao comparar as sementes que o homem joga na terra, que germinam, crescem e se transformam em enormes árvores, sem que o agricultor saiba como tudo isso acontece, Jesus quer mostrar que o Reino de Deus tem seu ritmo próprio de desenvolvimento, independente da preocupação humana.

Por tudo isso, não importa como irão se desenvolver as sementes que plantarmos. Nossa preocupação deve estar dirigida para o plantio. Semear é a parte que compete a nós. Nosso trabalho se resume em arar, remexer, afofar os corações ressecados e empedrados. Uma vez plantada, lá no íntimo, a palavra do Reino desenvolve-se e frutifica de maneira misteriosa e silenciosa.

Resumindo: preparar terrenos é a parte mais difícil dessa nossa tarefa diária. O processo exige conhecimento e um cuidado todo especial com o local do plantio. Já sabemos que o solo não pode estar duro e empedrado. O segredo é eliminar toda acidez e adubar com muita oração. Seguindo rigorosamente essas instruções, um dia veremos os frutos.

Os resultados virão no tempo certo. Lentamente a semente germina e transforma o terreno e a paisagem. Primeiro vêm as verdes folhas da esperança. Em seguida aparecem as primeiras espigas que irão abrigar os milhares de grãos da certeza. Quando estiverem maduras, é hora da colheita, é hora de levar à mesa os frutos.

E aí, incansável evangelizador, o brilho de seus olhos diante da alegria ao observar as maravilhas de Deus, presentes na vida dos irmãos, será a sua recompensa!

(fonte: www.miliciadaimaculada.org.br  –  autor)

 

Share Button

 

comentário(s)

  1. Muito obrigado pelas belas mensagens enviadas por vós. Agradeço muito pela vossa disponibilidade e firmeza em proclamar o santo evangelho de Cristo ao mundo. Essa mensagem abre mais os meus horizontes para conhecer mais além. O segredo do Evangelho, que é fruto da vida eterna. Muitos abraços do vosso amigo.

  2. rubia rubi disse:

    sobre o comentário nesta página:Jesus compara o Reino de Deus com a semente pequenina de mostarda, que ao germinar se transforma numa árvore enorme, capaz de acolher muitos pássaros em seus galhos”…
    minha observação é que a planta mostarda é como uma gramínia, e não árvore frondosa com muitos galhos…. mesmo em termos simbolicos, não dá pra imaginar mostarda em árvore… e o leigo não engole esta comparação.Quem sabe se mudassem esta arvore por simplesmente “uma planta”.
    É meu comentário. Grata.

  3. jose carlos ferreira cunha disse:

    gostei muito pois o reino de DEUS está sendo anunciado.Deus abençoe a todos vcs abraço

  4. RAUL disse:

    gostei muito o Espirito Santo agiu é assim que germina e crescer e dá frutos as sementes do Reino preparam o solo da vida com o fertilizante da Palavra de Deus as sementes não são atacadas pelas ervas danias. Parabéns…

  5. maria aparecida s lopes disse:

    Maravilhoso,,, Claro, amoroso, as palavras chegam diretamente ao coração e alimenta a alma., muitas vezes abatida pelo cansaço de lidar com terrenos de corações tão aridos e duros. Sou uma evangelizadora “semente de mostarda” preciso aprender a esperar o tempo da germinação! Obrigado queridos irmãos em Cristo este site é maravilhoso! Eu o conheci hoje,e ja é uma benção para mim. Cida

  6. Blenes disse:

    Preciso de uma musica sobre ess apassagem alguem tem ideia ?

Deixe uma resposta