“Queremos ver Jesus”! – Evangelho Comentado

sexta-feira, março 27, 2009

"QUEREMOS VER JESUS"! – EVANGELHO COMENTADO

queremos ver jesus trigo evangelho comentado quaresma

Evangelho – (Jo 12, 20-33) – 5º Domingo da Quaresma

Entre os que tinham ido à festa para adorar a Deus, havia alguns gregos. Eles se aproximaram de Filipe, que era de Betsaida da Galiléia, e disseram: «Senhor, queremos ver Jesus.» Filipe falou com André; e os dois foram falar com Jesus. Jesus respondeu para eles, dizendo: «Chegou a hora em que o Filho do Homem vai ser glorificado.  Eu garanto a vocês: se o grão de trigo não cai na terra e não morre, fica sozinho. Mas se morre, produz muito fruto.  Quem tem apego à sua vida, vai perdê-la; quem despreza a sua vida neste mundo, vai conservá-la para a vida eterna. Se alguém quer servir a mim, que me siga. E onde eu estiver, aí também estará o meu servo. Se alguém serve a mim, o Pai o honrará.  Agora estou muito perturbado. E o que vou dizer? Pai, livra-me desta hora? Mas foi precisamente para esta hora que eu vim.  Pai, manifesta a glória do teu nome!» Então veio uma voz do céu: «Eu manifestei a glória do meu nome, e vou manifestá-la de novo.»  A multidão que aí estava ouviu a voz, e dizia que tinha sido um trovão. Outros diziam: «Foi um anjo que falou com ele.» Jesus disse: «Essa voz não falou por causa de mim, mas por causa de vocês.  Agora é o julgamento deste mundo. Agora o príncipe deste mundo vai ser expulso e, quando eu for levantado da terra, atrairei todos a mim.» Jesus assim falava para indicar com que morte ia morrer.

COMENTÁRIO

Já estamos no quinto domingo da quaresma. Estamos nos aproximando da Semana Santa, a semana da Glória do Senhor. Semana em que Jesus, ao ser elevado da terra, nos atrai para si.

No evangelho de hoje, Jesus está na cidade de Jerusalém, em meio a uma grande multidão que o procura. Alguns gregos pedem ajuda ao discípulo de Jesus, pois querem ver Jesus de perto. Achavam que com o auxílio de Filipe e André, seria mais fácil aproximar-se do Mestre.

Certamente os apóstolos devem ter discutido entre si, se atenderiam ou não ao pedido daqueles homens. Não eram judeus por isso, eram considerados impuros. Deveriam ser mantidos à margem da sociedade.

Jesus percebendo a intenção dos seus discípulos, resolve mostrar para todos que veio para unir. Quis mostrar que no seu Reino não existe espaço para divisão, nem distinção de raça, nação ou cor.

Jesus vai direto ao assunto. Quer que todos entendam que está falando de si próprio. "Se o grão de trigo que cai na terra não morrer, continua sendo somente um grão de trigo, nada mais"- diz Ele.

Com essa comparação Jesus quer dizer que Ele é o trigo. Ele é a Semente que deve morrer para poder ressuscitar, germinar, florir e produzir o fruto da salvação da humanidade.

O grão de trigo simboliza também a nossa vida cristã. A semente que existe em cada um de nós, não foi feita para ser guardada. Tem que se transformar, tem que morrer para então explodir e reviver.

Não adianta tentar preservar eternamente. Quem tentar guardá-la, vai perdê-la. A semente tem seu período de fertilidade. Por melhor que seja a embalagem, mesmo estando hermeticamente fechada, um dia vai perder a validade e irá deteriorar-se.

O evangelho de hoje nos lembra que estamos vivendo a Campanha da Fraternidade. Aqueles gregos, pediram ajuda, queriam ver Jesus e receberam Dele uma recepção igual, ou melhor, do que aquela reservada aos judeus.

Aproximação! Esse é o apelo que Jesus nos faz hoje e sempre. Mais do que nunca, é preciso aproximar-se e dar as mãos. É preciso mortificar-se para levar vida aos irmãos sem distinção de raça, classe social, idade ou religião.

"Se alguém quer servir, siga-me e se alguém me serve, meu Pai o honrará". Mas como servir a Jesus, onde encontrá-lo? A resposta Ele mesmo nos deixou; no próximo, no deficiente! Esse é o preço da glória. Através do irmão, no ato de servir, e no doar-se, recebemos as honras do Pai. Como é bom receber honras e ser glorificado.

Isso é o que mais queremos, no entanto, nos sentimos angustiados, com medo de morrer por essa causa. Mas o que fazer? Como pedir ao Pai para livrar-nos dessa hora, se foi justamente por causa dessa hora que também nós viemos?!

Coragem, não estamos sós! Jesus caminha conosco, nos ampara, fortalece e dá sentido, até mesmo, ao próprio sofrimento.

(fonte:wwww.miliciadaimaculada.org.br  –  autor: Jorge Lorente)

 

Share Button

 

comentário(s)

  1. Anônimo disse:

    Agradeço a Deus por existir algo de maravilhoso como estes comentários que são feitos por vocês e nos chegam tão rapidamente, por este meio de comunicação que o SENHOR nos deu. Deus os Abençoe.

  2. VENECIA disse:

    LINDA AS PALAVRAS DO NOSSO SENHOR JESUS.

  3. Antônio disse:

    Em verdade, o comentário é muito bom. Mas, continuam ressonantes duas perguntas que me assomam, quando me deparo com determinadas opiniões. – Jesus veio para todos e quer união (mas não recomendou a união aos fariseus, por exemplo). – Aproximação, estender a mão… tudo bem; é necessário, muito louvável. Mas, como se vê em certos segmentos do Ecumenismo, por que só católicos tem de estender as mãos?! E como se aproximar, se vemos aqui e ali protestantes dizendo que ecumenismo é coisa do inimigo?!… Nossa Igreja enfrenta mares revoltos; é preciso muita cabeça e coração. Com Fé e Coragem!

  4. Quem crê,um dia vai ver Jesus face a face.Amém.Shalom.

  5. valonia disse:

    que bom saber que ainda existem palavras tao maravilhosas, palavras que podem conformar pessoas como eu me comformei. OBRIGADO SENHOR POR SER TAO MARAVILHOSO E TAO CONPRENSSIVO. TE AMO, MEU DEUS.

  6. ana julia disse:

    oi eu gostei legal

Deixe uma resposta