“Mestre, é bom ficarmos aqui!” – Evangelho Comentado

sexta-feira, março 6, 2009

"MESTRE, É BOM FICARMOS AQUI!" – EVANGELHO COMENTADO

transfiguracao jesus mestre ficarmos aqui evangelho comentado campanha da fraternidade penitencia quaresma

Evangelho Comentado – 2º Domingo da Quaresma – Evangelho: (Mc 9, 2-10)

Seis dias depois, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e seu irmão João, e os levou sozinhos a um lugar à parte, sobre uma alta montanha. E se transfigurou diante deles. Suas roupas ficaram brilhantes e tão brancas, como nenhuma lavadeira no mundo as poderia alvejar. Apareceram-lhes Elias e Moisés, que conversavam com Jesus. Então Pedro tomou a palavra e disse a Jesus: «Mestre, é bom ficarmos aqui. Vamos fazer três tendas: uma para ti, outra para Moisés e outra para Elias.» Pedro não sabia o que dizer, pois eles estavam com muito medo. Então desceu uma nuvem e os cobriu com sua sombra. E da nuvem saiu uma voz: «Este é o meu Filho amado. Escutem o que ele diz!» E, de repente, eles olharam em volta e não viram mais ninguém, a não ser somente Jesus com eles. Ao descerem da montanha, Jesus recomendou-lhes que não contassem a ninguém o que tinham visto, até que o Filho do Homem tivesse ressuscitado dos mortos. Eles observaram a recomendação e se perguntavam o que queria dizer «ressuscitar dos mortos.

COMENTÁRIO

O evangelho de hoje nos mostra como é bom ficar bem próximo das pessoas que amamos. O amor não nos permite pensar em separação. Dá vontade de construir uma casa bem grande, com muitos aposentos, para abrigar nossos familiares e amigos.

É assim que Pedro se sente. Está com medo de encarar a realidade. O futuro é assustador. Preocupado com o futuro do Mestre, quer construir três tendas para preservar a vida do seu amigo. Faz qualquer coisa para parar o tempo e mantê-lo longe do perigo.

Jesus transfigurou-se diante de seus amigos. Suas roupas ficaram tão brancas e brilhantes que ofuscavam os olhos. Sua luz resplandecia e clareava o ambiente. Jesus tudo iluminava com sua presença.

A simples presença de Jesus transforma, muda, clareia. A presença de Jesus provoca mudanças, não só no ambiente, mas principalmente, em nós. Por isso, o cristão tem que brilhar, tem que irradiar luz e calor.

E do céu veio uma voz que dizia: "Este é o meu Filho amado. Escutai o que Ele diz!" O próprio Pai fez questão de nos enviar esse recado. Declarou abertamente a filiação Divina de Jesus e ordenou que o escutássemos.

Jesus também deu uma ordem aos seus discípulos. Ordenou que não dissessem nada a ninguém sobre o que tinham visto, até que Ele tivesse ressuscitado dos mortos.

Eles, no entanto, observaram a recomendação, mas se perguntavam o que queria dizer ressuscitar dos mortos. Imagine como deve ter sido difícil para os discípulos entender o significado dessa palavra totalmente nova e desconhecida.

Ainda hoje existe muita confusão a respeito dessa palavra. Milhares ainda confundem ressurreição com reencarnação. Chegam até mesmo a achar que são sinônimos, coisas tão diferentes.

Para o cristão não existe reencarnação. Cristo ressuscitou! A vida eterna é uma realidade. Por isso, seus discípulos já podem contar para o mundo todo que Jesus é o Salvador.

O discípulo deve subir nos telhados e gritar essa verdade. Compete também a cada um de nós ouvir e assimilar, pois escutar tudo aquilo que Jesus tem a nos dizer, é uma ordem deixada por Deus Pai.

(fonte: www.miliciadaimaculada.org.br  –  autor: Jorge Lorente)

 

Share Button

 

comentário(s)

  1. Anônimo disse:

    APROFUNDAR MAIS A EXEGESE DAS PASSAGENS BÍBLICAS, TRAZENDO PARA OS DIAS DE HOJE.

    FRATERNALMENTE,

    JOSÉ CARLOS BARBOSA
    SÃO JOSÉ DO ALEGRE
    SUL DE MINAS

  2. Custódia Santos disse:

    Senhor, como é bom ficarmos aqui! Com a tranfiguração, não ficaría Pedro fascinado com a figura de Jesus? Não foi a tranfiguração uma revelação de amor? Para Pedro, nada mais importava! Nem de tenda precisava, bastava a presença do amigo, que continua a revelar-se,hoje, de muitas formas, porque Ele é o Amor.

  3. O autor relata a transfiguração de Jesus. Recorrendo a elementos simbólicos do Antigo Testamento apresenta-nos uma catequese sobre Jesus, o Filho amado de Deus, que vai concretizar o seu projeto libertador em favor dos homens através do dom da vida. Aos discípulos, desanimados e assustados, Jesus diz: o caminho do dom da vida não conduz ao fracasso, mas à vida plena e definitiva. Segui-o, vós também

  4. As palavras de Deus são tão! Maravilhosa que temos vontade de fazer como São Pedro,mas temos que descer do monte,pegar nossa cruz segui em frente,quem quser ser se salvar.Amém.Shalom.

Deixe uma resposta