42c. O amor de São Francisco pelos peixes

sábado, setembro 29, 2007

São Francisco de Assis tinha a mesma afeição para com os peixes e, nas oportunidades que teve, devolveu-os à água, aconselhando-os a tomarem cuidado para não serem pescados outra vez.

Numa ocasião em que estava numa barca junto ao porto do lago de Rieti, um pescador pegou um peixe muito grande, desses que chamam de tenca, e lhe deu de presente com devoção.

O santo recebeu-o com alegria e bondade, começou a chamá-lo de irmão e, colocando-o na água fora da barca, pôs-se a abençoar devotamente o nome do Senhor.

Enquanto o santo rezava, o peixe ficou brincando na água, sem se afastar do lugar em que tinha sido posto, até que, no fim da oração, o santo lhe deu licença para ir embora.

Foi assim que o glorioso pai São Francisco, andando pelo caminho da obediência e escolhendo com perfeição o jugo da submissão a Deus, recebeu diante do Senhor a grande dignidade de ser obedecido pelas suas criaturas.

(Tradução de Frei José Carlos Corrêa Pedroso, ofm cap – www.procasp.org.br)

Share Button

 

comentário(s)

  1. Gercina Aparecida Marques Xavier disse:

    Achei muito interessante esta história pois São Francisco foi uma pessoa muito simples e humilde, pelo o que eu sei é devido a sua “oração”, que é muito bonita e tocante.

  2. Danielle Jesus da Silveira disse:

    Achei este site fantástico e gostaria de receber as informaçoes que ele se dedica. Obrigada!

  3. Elizete Rosa Oliveira disse:

    Ó quem me dera ter essa intimidade com o Senhor assim com São Francisco! Que ele nos ajude no desapego e também no louvor ao Criador a criação e as criaturas. Paz e bem!

  4. ROBSON DE PAULA disse:

    Sei que são Francisco foi e sempre será aquele que transmite paz. A entrega a Deus transforma corações, ser obediente como Francisco é ter por certo o reino dos céus.

Deixe uma resposta