Você sabia? Porque os sapatos do Papa são vermelhos?

sábado, Maio 26, 2007
Os sapatos vermelhos do Papa lembram o sangue dos mártires

A cor vermelha dos múleos papais (assim são chamados os sapatos) simboliza o sangue dos mártires e a sua completa submissão à autoridade de Jesus Cristo. Os múleos são sempre feitos à mão, com setim, veludo ou couro vermelhos, cujos cadarços, quando presentes, são de ouro e as solas feitas de couro.

Assim como os nobres, o Papa também usava calçados distintos quando em ambiente interno ou externo. No primeiro caso, os calçados eram feitos de veludo ou seda vermelhos, decorados com galões e uma cruz ouro na pala. Ao ar livre, os Papa usavam sapatos vermelhos lisos, feitos com couro do Marrocos, mas, também, com a cruz de ouro na pala, por vezes ornada com rubi. Primitivamente, esta cruz era grande, atingindo as bordas do sapato.

O Papa Paulo VI retirou a cruz de ouro dos múleos, mas manteve a fivela em seus sapatos, tal qual pode ser visto em sua histórica visita à Jerusalém em 1964. Em 1969 ele aboliu as fivelas de todos os sapatos eclesiásticos, que eram, até então, obrigatórias na corte papal e para todos os prelados. Ele também abandonou o uso dos sapatos de veludo e os sapatos brancos para o Tempo da Páscoa. Desde então os papas vêm usando múleos vermelhos lisos.

O Papa João Paulo II alternou o uso de múleos de tons vermelho sangue com outros de vermelho mais escurecido, sendo que os seus sapatos eram todos confecionados na Polônia. O Papa Bento XVI tem usado os múleos vermelhos tradicionais., ou seja, com um tom mais vivo.
(fonte original: http://pt.wikipedia.org – com várias modificações do texto, a fim de facilitar a leitura)

Share Button

 

comentário(s)

  1. Alex A. Borges disse:

    Muitíssimo interessante este artigo! Até este artigo quase nada sabia dos sapatos do Papa. Só sabia que eram distintivos da sua dignidade papal, mas não sabia o porquê.
    Penso que esse tipo de conhecimento também deve fazer parte da cultura do católico, que deve ter uma fé bem esclarecida nos seus diversos aspectos.
    Parece-me que os sapatos do Papa são mais um exemplo da cristianização dos costumes da Antigüidade. Sabiam perceber o que havia de compatível com a fé cristã nesses costumes, a fim de lhes dar um significado cristão! Creio que precisamos de novo, de modo especial, dessa sabedoria diante deste nosso mundo neopaganizado! Além do mais parece que há uma inversão disso, ou seja, uma secularização dos símbolos cristão. De onde será que vem a moda de se usarem sapatatos vermelhos?! Não será uma imitação dos sapatos do Papa?! Por que os católicos não percebem que se vulgarizam (desvalorizam, desacralizando) os símbolos católicos?! Daí volto a minha opinião inicial da importância deste tipo de conhecimento que este artigo nos deu! Parabéns ao Canto da Paz!

  2. Sergio disse:

    Só acho que faltou as datas de quando passou a serem usados os sapatos.

  3. Waléria Fragoso disse:

    Eu mesmo não sabia desse detalhe. Muito interessante. Sempre é bom sabermos das vestimentas da igreja.

Deixe uma resposta