Santo Antonio: O Sermão aos Peixes

domingo, junho 28, 2020

Santo Antônio foi pregar na cidade de Rímini, onde dominavam os hereges que resolveram não ouvi-lo em hipótese alguma. Por isso, quando Frei Antônio subiu ao púlpito, quase todos se retiraram e fugiram. No entanto, não esmoreceu por causa disto e pregou àqueles que tinham ficado no local.

Inflamado pela inspiração Divina, falou com tal energia que os hereges presentes, reconheceram seus erros e resolveram mudar de vida. Mas o Santo não estava contente com este resultado parcial. Assim, retirou-se para orar em solidão, pedindo ao Altíssimo que toda a cidade se convertesse.

Ao sair do retiro, foi direto às praias do Mar Adriático e, em altos brados clamou aos peixes que o ouvissem e celebrassem com louvores ao seu Supremo Criador, já que os homens ingratos não queriam fazê-lo. Diante daquela voz imperiosa, apareceram logo incontáveis peixes que se distribuíram ordenadamente, cada qual com os de sua espécie e tamanho. Os peixes ergueram suas cabeças para fora da água e ficaram longo tempo imóveis, a ouvi-lo.

(fonte do texto com pequenas modificações: http://www.paroquiasantanavinhedo.com.br/noticias/13-de-junho-conheca-21-milagres-de-santo-antonio/)

SERMÃO DE PADRE ANTONIO VIEIRA SOBRE SANTO ANTONIO E O SERMÃO AOS PEIXES – SÉC. XVII

“Pregava Santo Antônio em Itália na cidade de Arimino, contra os hereges, que nela eram muitos; e como erros de entendimento são dificultosos de arrancar, não só não fazia fruto o santo, mas chegou o povo a se levantar contra ele e faltou pouco para que lhe não tirassem a vida.

Que faria neste caso o ânimo generoso do grande Antônio? Sacudiria o pó dos sapatos, como Cristo aconselha em outro lugar? Mas Antônio com os pés descalços não podia fazer esta protestação; e uns pés a que se não pegou nada da terra não tinham que sacudir. Que faria logo? Retirar-se-ia? Calar-se-ia? Dissimularia? Daria tempo ao tempo? Isso ensinaria porventura a prudência ou a covardia humana; mas o zelo da glória divina, que ardia naquele peito, não se rendeu a semelhantes partidos.

Pois que fez? Mudou somente o púlpito e o auditório, mas não desistiu da doutrina. Deixa as praças, vai-se às praias; deixa a terra, vai-se ao mar, e começa a dizer a altas vozes: Já que me não querem ouvir os homens, ouçam-me os peixes.

Oh maravilhas do Altíssimo! Oh poderes do que criou o mar e a terra! Começam a ferver as ondas, começam a concorrer os peixes, os grandes, os maiores, os pequenos, e postos todos por sua ordem com as cabeças de fora da água, Antônio pregava e eles ouviam.”

#SantoAntonioSermãoPeixes

Share Button

 

Deixe uma resposta