Arquivo de ‘Folheto da Missa – baixar’

  No final deste artigo: folheto da Missa e vídeo explicativo.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo † segundo João (Jo 21,1-19)

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus apareceu de novo aos discípulos, à beira do mar de Tiberíades. A aparição foi assim: 2Estavam juntos Simão Pedro, Tomé, chamado Dídimo, Natanael de Caná da Galileia, os filhos de Zebedeu e outros dois discípulos de Jesus. 3Simão Pedro disse a eles: “Eu vou pescar”. Eles disseram: “Também vamos contigo”. ... (continuação)

Share Button

No final deste artigo: folheto da Missa

Na reflexão do 2º Domingo da Páscoa, Frei Gustavo Medella fala sobre o convite de Jesus a nossa fé: “De continuarmos acreditar que o Senhor está conosco trazendo-nos a sua paz” (TVFranciscanos)

Evangelho de Jesus Cristo † segundo João (Jo 20,19-31)

“19Ao anoitecer daquele dia, o primeiro da semana, estando fechadas, por medo dos judeus, as portas do lugar onde os discípulos se encontravam, Jesus entrou e, pondo-se no meio deles, disse: “A paz esteja convosco”. ... (continuação)

Share Button

  No final deste artigo: folheto da Missa e vídeo explicativo.

No próximo domingo celebraremos o Domingo de Ramos. Com ele iniciamos a Semana Santa, que terá o seu ponto mais alto no domingo seguinte: a Páscoa.

O Domingo de Ramos, porque celebra a entrada de Jesus em Jerusalém montado em um jumentinho – o símbolo da humildade – e aclamado pelo povo simples que O aplaudia como “Aquele que vem em nome do Senhor”.

Para deixar claro ao povo que Jesus não era um Messias temporal e político, um libertador qualquer, mas sim, o grande Libertador do pecado, a raiz de todos os males, então, o Senhor entra na grande cidade, a Jerusalém dos patriarcas e dos reis sagrados, montado em um jumentinho; expressão da pequenez terrena. Ele não é um Rei deste mundo! ... (continuação)

Share Button

  No final deste artigo: folheto da Missa e vídeo explicativo.

3º Domingo da Quaresma – A VOZ DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO – Lc 13, 1-9 – “Neste mesmo tempo, contavam alguns o que tinha acontecido a certos galileus, cujo sangue Pilatos misturara com os seus sacrifícios. Jesus toma a palavra e lhes pergunta: “Pensais vós que esses galileus foram maiores pecadores do que todos os outros galileus, por terem sido tratados desse modo? Não, digo-vos. Mas se não vos arrependerdes, perecereis todos do mesmo modo. Ou cuidais que aqueles dezoito homens, sobre os quais caiu a torre de Siloé e os matou, foram mais culpados do que todos os demais habitantes de Jerusalém? … ... (continuação)

Share Button