Jovem Santo: São José Luis Sánchez del Río

sexta-feira, maio 19, 2017

santo-jovem-sao-jose-sanchez_

José era adolescente quando estourou em 1926 a “Guerra Cristera” no México. Seus irmãos se uniram voluntariamente aos rebeldes e José queria juntar-se a eles para dar a vida por Jesus. Ele tinha consciência de que poderia facilmente morrer no campo de batalha. O general finalmente permitiu que o pequeno fosse o portador da bandeira da tropa.

Numa dessas lutas, o general dos cristeros perdeu o cavalo e ia ser capturado. José lhe disse:

–  “Meu general, aqui está meu cavalo, salve-se o senhor, mesmo que me matem! Eu não faço falta, o senhor sim”.

Foi dessa forma corajosa que José Sánchez foi capturado e pressionado pelos soldados a renunciar à fé cristã.

Da prisão escreveu à mãe:

–  “Minha querida mãe, fui feito prisioneiro em combate neste dia. Creio que nos momentos atuais vou morrer, mas não importa, nada importa, mãe. Resigna-te à vontade de Deus; eu morro muito feliz porque no fim de tudo isto, morro ao lado de Nosso Senhor. Não te aflijas pela minha morte, que é o que me mortifica. Antes, diz aos meus outros irmãos que sigam o exemplo do mais pequeno, e tu faça a vontade do nosso Deus. Tem coragem e manda-me a tua bênção juntamente com a de meu pai. Saúda a todos pela última vez e receba pela última vez o coração do teu filho que tanto te quer e tanto desejava ver-te antes de morrer”.

Ele se recusou com firmeza a renunciar a sua fé, enfurecendo os soldados. Com estarrecedora crueldade, as tropas do governo ateu e inspiração comunista fizeram vários cortes nas solas dos pés do menino de 14 anos e o forçaram a caminhar assim, em carne viva, até o cemitério.

No trajeto para o martírio, ele gritava continuamente:

– “Viva Cristo Rey!“ (“Viva Cristo Rei!”).

São José Luis Sánchez del Río foi fuzilado pelo comandante. O menino santo de 14 anos foi martirizado porque não quis renunciar à sua fé católica.

(fontes do texto: https://pt.aleteia.org/2017/05/15/5-santos-que-partiram-para-o-ceu-ainda-criancas/ e http://blog.cancaonova.com/amigosdoceu/2014/11/24/beato-jose-luis-sanchez-del-rio/)

Em 22 de janeiro de 2016, segundo informação da Santa Sé, o Papa Francisco aprovou uma declaração de milagre atribuído à intercessão do adolescente, que ostentava então o título de beato, o penúltimo passo antes do reconhecimento como santo da Igreja Católica. A aprovação teve lugar na véspera durante uma audiência do Papa com o Cardeal Angelo Amato, prefeito da Congregação para as Causas dos Santos da Santa Sé[3]. A cerimônia de canonização foi realizada no dia 16 de outubro de 2016

Share Button

 

Deixe uma resposta