Qual a sequência das Celebrações na Quaresma?

sábado, Fevereiro 14, 2015

papa_quarema

Este artigo é para você que quer aprender mais, pois muitos ficam confusos com as várias Celebrações do Tempo da Quaresma. Por isso, vamos tentar explicar de uma maneira bem simples. Existem muitos detalhes ricos em significado nestes dias, quando acontecerão Celebrações muito solenes e bonitas. O verdadeiro católico, que vive a sua fé, deverá participar das Celebrações em todos estes dias. Assim, informe-se na sua igreja sobre os horários. Ah, aqueles que desejarem aprofundar um pouquinho mais, poderão ler nos links “PARA APRENDER MAIS”, que estão espalhados ao longo deste artigo. Então, vamos às explicações:

1) A terça-feira de carnaval é definida a partir do dia em que o Domingo de Páscoa cairá. Como assim, cairá? A Páscoa não é comemorada num dia fixo? A resposta é não. O Natal possui um dia fixo, mas a Páscoa não. Então como se calcula o dia em que o Domingo de Páscoa cairá?

No dia 21 de março de qualquer ano sempre será o início da primavera na Europa e o início do outono na América Latina, por exemplo. Então, busca-se a primeira lua cheia (é o plenilúnio = lua “plena”, cheia = quando a lua está com luminosidade total) após o dia 21. Encontrando este dia, a Páscoa será no primeiro Domingo após o plenilúnio. Resumindo: o Domingo de Páscoa sempre acontecerá no primeiro Domingo após a primeira lua cheia, na primavera da Europa (outono, no Brasil). Devemos lembrar que a primavera na Europa tem um enorme significado de vida, pois durante o inverno toda a natureza fica morta, ressurgindo com o início desta nova estação. Podemos fazer uma analogia da primavera com a Ressurreição de Jesus (Páscoa), que vence a morte.

Bem, como estávamos falando, definido o Domingo de Páscoa, passamos a contar 40 dias (que será o Tempo da Quaresma) para trás, sem incluir os domingos. Com isso, chegaremos ao dia em será celebrada a Quarta-Feira de Cinzas, que é o início da Quaresma.

A Páscoa também define (com outro tipo de contagem de dias) o Domingo de Pentecostes, o Domingo da Santíssima Trindade, o dia de Corpus Christi, etc, enfim, todas as Solenidades móveis da Igreja Católica. Igualmente determina qual será a terça-feira de carnaval, ou seja, a terça-feira antes da Quarta-Feira de Cinzas. Depois da terça-feira de carnaval vem a Quarta-Feira de Cinzas.

Concluimos, portanto, que a Páscoa é uma data móvel, assim como a Sexta-Feira Santa, a Quinta-Feira Santa, a Quarta-Feira de Cinzas, etc, bem como o carvanal etc.

=> PARA APRENDER MAIS:

  A ORIGEM DO CARNAVAL

  O QUE MUDA NA QUARESMA?

 

2) Na quarta-feira após a terça-feira de carnaval, será a Quarta-Feira de Cinzas, quando recebemos as cinzas nas nossas testas ou cabeças, durante a celebração da Missa. Com a Quarta-Feira de Cinzas começa o Tempo da Quaresma, que vão ser 4o dias. Será um tempo de jejum, penitência e conversão (mudança de atitudes). A Quarta-Feira de Cinzas é também dia de jejum e abstinência de carne. A partir deste dia o canto do “Glória” e o “Aleluia” (que nos lembra a Ressurreição de Jesus) não serão mais cantados até que chegue o Sábado Santo ou de Aleluia. Também na Quarta-Feira de Cinzas, no Brasil, é o início da Campanha da Fraternidade, que se prolongará por todos os 40 dias da Quaresma. Os paramentos dos sacerdotes, neste tempo quaresmal, são roxos, com exceção do Domingo da Alegria, quando são rosa.

papa_quarema_cinzas

Quer saber mais? Qual a origem das cinzas? O que é jejum e abstinência? O que é Quaresma? O que é Campanha da Fraternidade?

=> PARA APRENDER MAIS:

   O QUE É A CAMPANHA DA FRATERNIDADE? – PERGUNTAS E RESPOSTAS

   O que é a quaresma?

   Jejum e abstinência: o que é isso?

   QUARTA-FEIRA DE CINZAS

 

3) Ainda durante os 40 dias da Quaresma, quando falta uma semana para o Domingo de Páscoa, ou seja, em um Domingo também, nós celebramos o Domingo de Ramos. Neste dia Jesus entrou em Jerusalém e foi aclamado como rei pelo povo com ramos de oliveiras. Ele se dirigia para a sua morte. Como no Brasil as oliveiras são uma coisa rara, então usamos os ramos de “palmeiras”. Os paramentos dos sacerdotes durante a Missa são brancos.

=> PARA APRENDER MAIS:

  DOMINGO DE RAMOS E DA PAIXÃO DO SENHOR

 

4) O término dos 40 dias da Quaresma será seguido por 3 dias muito solenes, como o cume das Celebrações que virão antes do Domingo da Páscoa. Assim, ao terminarem os 40 dias, teremos a Quinta-Feira Santa, a Sexta-Feira Santa ou da Paixão e o Sábado Santo ou Sábado de Aleluia. Por isso estes 3 dias solenes são chamados de Tríduo (três) Santo ou Tríduo Pascal. É bom esclarecer que a Quaresma é dada por encerrada exatamente no início da Celebração da Quinta-Feira Santa. Com isso, dá-se início ao Tríduo Santo ou Pascal.

Na Quinta-Feira Santa temos o lava-pés, lembrando o gesto de Jesus ao lavar os pés dos apóstolos e a comemoração da instituição da Eucaristia (por causa da Última Ceia, onde Jesus instituiu (“criou”) a Eucaristia, como uma maneira de ficar integralmente conosco até a sua segunda vinda, quando virá no final dos tempos. Neste dia Jesus também instituiu o sacerdócio. Os paramentos dos sacerdotes durante a Missa são brancos. Os sinos silenciam e passa a ser tocada a matraca. Se você ler a explicação sobre a QUINTA-FEIRA SANTA, que está logo abaixo, aprenderá muito mais detalhes deste dia solene.

Na Sexta-Feira Santa seguimos Jesus no Seu caminho de sofrimento rumo à Crucifixão. Neste dia não há Missas em nenhuma igreja do mundo. A Celebração da Paixão começa às 15h; horário em que Jesus morreu na Cruz. Como não há Missa, não há consagração de Hóstia. Mas, há distribuição da Eucaristia para os fiéis, porque no dia anterior, na Quinta-Feira Santa, foram consagradas Hóstias em maior quantidade, para serem distribuídas na Sexta-Feira Santa. Neste dia existe o tradicional costume de se beijar a imagem de Jesus morto. A Sexta-Feira Santa é dia de jejum e abstinência de carne. Lembremos que a Igreja só nos pede a obrigação de jejuar e fazer abstinência de carne em dois dias do ano: na Quarta-Feira de Cinzas e na Sexta-Feira Santa. Os paramentos dos sacerdotes durante a Celebração são vermelhos. Se você ler a explicação sobre a SEXTA-FEIRA SANTA, que está logo abaixo, aprenderá muito mais detalhes deste dia solene.

No Sábado Santo ou de Aleluia também não há Missas até o final da tarde. É o dia do grande silêncio, em respeito a Jesus que morreu por nosso amor. Quando a tarde começa a ir embora, acontece a Missa do Sábado Santo, quando se comemora a Ressurreição de Jesus. É uma Celebração riquíssima de detalhes e também muito solene. Se você ler a explicação sobre o SÁBADO SANTO OU DE ALELUIA, que está logo abaixo, aprenderá muito mais detalhes deste dia solene.

=> PARA APRENDER MAIS:

   QUINTA-FEIRA SANTA

   ENTENDA: TRÍDUO PASCAL E SEXTA-FEIRA SANTA

   SEXTA-FEIRA SANTA OU SEXTA-FEIRA DA PAIXÃO

   SEXTA-FEIRA SANTA: NEM CARNE E NEM PEIXE!

  ENTENDA: TRÍDUO PASCAL E SÁBADO SANTO

   SÁBADO SANTO OU SÁBADO DE ALELUIA

 

5) No Domingo após o Sábado Santo celebramos a Páscoa, que é o dia em que comemoramos a vitória de Jesus sobre a morte, ou seja, a Sua Ressurreição. A Páscoa é a Celebração mais importante para os católicos. Muitos pensam que é o Natal, mas não é.

=> PARA APRENDER MAIS:

  ENTENDA: DOMINGO DE PÁSCOA

   DOMINGO DE PÁSCOA

   SIMBOLOS DA PÁSCOA: OVOS DE CHOCOLATE, COELHOS…

(Texto – autoria: Katia Lima – Canto da Paz)

 

=> CANTO E PARTITURAS – QUARESMA E CF 2015:

  CLIQUE AQUI PARA APRENDER O HINO DA CF 2015

  CLIQUE AQUI PARA BAIXAR AS PARTITURAS – CF 2015

  CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O MATERIAL DA CF 2015

(As partituras foram disponibilizadas na internet para download pela Paulus em: www.paulus.com.br/loja/appendix/3795.pdf)

Share Button

 

Deixe uma resposta