Preparai o caminho do Senhor – Evangelho Comentado

sábado, dezembro 6, 2014

  No final deste artigo você poderá BAIXAR O FOLHETO DA MISSA e encontrará o VÍDEO EXPLICATIVO.

segundo_domingo

São João Batista é a figura principal deste 2º Domingo do Advento. Neste Domingo nós acendemos a segunda vela da Coroa do Advento. Estamos caminhando rumo ao Natal.

2º Domingo do Advento – Evangelho:  (Mc 1, 1-8) – Início do Evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus. Como está escrito no profeta Isaías: Eis que eu envio o meu mensageiro à tua frente; ele preparará o teu caminho. Voz de quem clama no deserto: preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas estradas…

…Assim apareceu João no deserto, batizando e pregando um batismo de conversão para o perdão dos pecados. Vinham procurá-lo toda a região da Judéia e todos os habitantes de Jerusalém. Confessavam os seus pecados e por ele eram batizados no rio Jordão. João usava roupas feitas de pêlos de camelo, um cinto de couro na cintura e comia gafanhotos e mel silvestre. E pregava dizendo: “Depois de mim, vem um mais forte do que eu. Diante dele nem sou digno de abaixar-me e desatar a correia das suas sandálias. Eu vos batizei com água, ele vos batizará com o Espírito Santo”.

COMENTÁRIO

Já estamos no segundo Domingo do Advento e o evangelho de hoje nos apresenta o precursor de Jesus. Verificando no dicionário, precursor é sinônimo de mensageiro, é aquele que vai à frente, que vai adiante, que anuncia um acontecimento ou a chegada de alguém. Mas quem é esse precursor de Jesus?

João Batista é o precursor, é aquele que veio, como um profeta, para anunciar a chegada do Messias Salvador. João prega e batiza, convidando o povo à conversão. Assim o Batista prepara o povo para a vinda de Jesus. Ele veio para “preparar os caminhos do Senhor”.

“Eu batizei vocês com água, mas ele vos batizará com o Espírito Santo” – diz João, dando testemunho de Jesus. O batismo na água prepara o batismo sacramental e exige mudança, exige conversão porque, o Salvador vem vindo e já está muito próxima sua chegada.

João Batista prega o batismo como elemento indispensável para o perdão dos pecados. A proposta de João é clara; manda viver a retidão, a conversão e a justiça. João falava de forma enérgica e suas palavras convertiam milhares de pessoas.

Multidões procuravam o batismo, e a conversão acontecia, porém nem tanto pelas palavras duras de João, mas muito mais, por causa dos seus exemplos. João vivia tudo aquilo que pregava, sempre foi um exemplo de justiça e humildade.

João sabia da importância da sua missão como precursor do Messias, mas se mantém íntegro e fiel. O Batista dá mais este testemunho de humildade, dizendo: “Depois de mim, virá alguém mais forte do que eu. E eu não sou digno sequer de me abaixar para desamarrar suas sandálias”.

A voz que grita no deserto continua ecoando até hoje, precisa ser ouvida. Pede que sejamos os precursores, os anunciadores da presença do Deus Vivo. Devemos ser os Joãos da atualidade! Nossos gritos têm que ultrapassar o deserto que nos cerca e atingir as grandes cidades. Multidões precisam da conversão para encontrar e reconhecer Jesus.

João nos deixou uma grande lição. Ensinou que não basta falar, é preciso viver o que se diz. O exemplo converte mais que as duras palavras. Convertidos nós encontraremos o Messias nas pequenas coisas do dia-a-dia. Veremos sua presença no lixão da periferia, nas filas dos postos de saúde, nos corredores dos hospitais, na alegria e nas dores daqueles que nos rodeiam.

Jesus está presente no próximo, no maltrapilho, no pai desempregado e naquela mãe com suas panelas vazias. Ele pode ser encontrado no órfão abandonado. Jesus nos aparece a cada instante, mas nunca poderemos vê-lo, nem reconhecê-lo sem conversão. A conversão é o “colírio” que abre os olhos e nos faz viver a Palavra.

Conversão significa entrega e abandono. Converter-se significa entregar-se a Deus e abandonar tudo aquilo que nos afasta de Jesus. Conversão é deixar de lado o egoísmo e a inveja. Conversão é fraternidade e partilha; é trilhar o caminho do amor e trocar a própria vida por verdade, justiça e paz.

(fonte do texto: www.miliciadaimaculada.org.br  –  autor: Jorge Lorente  /  vídeo: Dom Orani Tempesta, Cardeal Arcebispo do Rio de Janeiro, Brasil)

  Clique aqui para BAIXAR O FOLHETO DA MISSA

(O folheto foi disponibilizado na internet pela Arquidiocese de São Paulo)

  CLIQUE AQUI – SAIBA MAIS SOBRE O ADVENTO

  CLIQUE AQUI – MÚSICAS DO ADVENTO

Share Button

 

comentário(s)

  1. Custódia da Costa Santos disse:

    “Convertidos nós encontraremos o Messias nas pequenas coisas do dia-a-dia”.
    Ando ás vezes á procura de coisas muto importantes para fazer, preocupada em agradar ao Senhor, mas afinal, estou sempre rodeada Dele: no próximo e em todas as circunstãncias da vida. Quando eu esquecer esses pormenores, perdoa-me Senhor!

Deixe uma resposta