Papa: Não existe mãe solteira; existe mãe!

sexta-feira, dezembro 20, 2013

papa_francisco_batismo

A Igreja não deve fechar as portas a ninguém, nem mesmo a uma mãe solteira que pede o batismo para o filho. O pontífice, na homilia em Santa Marta, lança um apelo à Igreja para que não se transforme em uma espécie de “alfândega pastoral”, com controladores da fé em vez de pastores prontos para acolher aqueles que batem à porta. O Papa afirmou: “não existe ‘mãe solteira’; existe mãe!”

Bergoglio dá um exemplo concreto: “Pensem em uma mãe solteira que vai à igreja, à paróquia e ao secretário: ‘Quero batizar meu filho’. E depois esse cristão, essa cristã lhe diz: ‘Não, você não pode porque você não é casada!’. Mas, veja, essa jovem teve a coragem de levar adiante a sua gravidez e não devolver o seu filho ao remetente, e o que ela encontra? Uma porta fechada! Esse não é um bom zelo! Afasta do Senhor! Não abre as portas! E assim, quando nós estamos nesse caminho, nessa atitude, nós não fazemos bem às pessoas, ao povo, ao povo de Deus. Mas Jesus instituiu sete Sacramentos, e nós, com essa atitude, instituímos o oitavo: o sacramento da alfândega pastoral!”.

“Somos muitas vezes controladores da fé, em vez de facilitadores”, disse o Papa ao se referir a algum padre que se recusa a batizar uma criança filha de mãe solteira. “Essa mulher teve a coragem de continuar a gravidez. E o que encontra? Uma porta fechada?”, questionou ele.

A Igreja “não é uma alfândega”, deve ter “portas abertas”, acolher os simples e aqueles que erram, e não ser representada por “controladores da fé”.

Antes de ser Papa, quando era o arcebispo de Buenos Aires, Jorge Bergoglio incentivava padres e bispos a batizarem as crianças nascidas fora do casamento. O Pontífice citou durante a missa outro exemplo: um casal de noivos que queria marcar a data do casamento e foi alertado pelo sacerdote de que precisaria pagar enfeites, cantos. Francisco disse que, no caso, o casal encontrou “as portas da Igreja fechadas quase como sinal de impedimento para a união”. Participaram da cerimônia cerca de 70 pessoas de diversas partes da Itália e de outros países.

(fonte do texto: ihu.unisinos.br e noticias.terra.com.br)

Share Button

 

comentário(s)

  1. norival coelho disse:

    Graças a Deus temos um Papa maravilhoso e inspírado pelo Espirito Santo de Deus, que acolhe o fiel e não o rejeita, quem somos nós finitas criaturas para julgar uma mãe que pede o Batismo para seu filho. Deus seja louvado.

  2. josé carlos oliveira da silva disse:

    é isto que a igreja estava precisando uma pessoa com amor aos oprimidos pela igreja, e sim uma pessoa que acolhe A TODOS COM IGUALDADE E CARINHO.

  3. Vera Lucia de Oliveira disse:

    Considero o Papa Francisco como um Segundo São Francisco de Assis. Abrindo cada vez mais as portas da Igreja aos mais necessitados e carentes.
    Atirando fora certas leis rígidas da Igreja e acolhendo os pobres e necessitados em seu devido lugar assim como Jesus sempre fez em sua vida terrena.

  4. ailton disse:

    Maria ficou com Jesus em todos os momentos,tristes, alegres e sempre respeitando suas deçisões. ja pensou se Jesus a proibiçe de ficar perto dele….. então! ser cristão e acolher as Marias…. seja elas quem for. PAPA FRANÇISCO . QUE JESUS TE ILUMINE SEMPRE.

  5. maria neucy disse:

    Parabéns Papa Francisco, a igreja está precisando de pessoas como o Senhor, humano simples que acolhe a todos sem distinção, com carinho e amor.

  6. Ana Silva disse:

    Espero que ele mostre a mesma complacência com os divorciados.

  7. Veronica disse:

    Fico muito orgulhosa por ser católica e por termos o Papa Francisco a frente da nossa Igreja.
    Necessitamos de fieis abertos e comprometidos com a sociedade.
    Abraços.

  8. joão olimpio pereira disse:

    O nosso querido e santo papa é realmente um santo, que precisava a frente pois sempre penso que a pobre criança não tem culpa dos acontecimento e a igreja quando fecha as portas a alguém sabe que junto vai muita gente embora por causa dos comentários pois semore tem a turma que gosta de fazer as futricas

  9. manoel jose pereira filho disse:

    primeiro peço a Deus,Jesus e Maria que ilumine os caminhos e pensamento de nosso Papa e que seja iluminano os dirigentes das igrejas que só pensam em pomposidade nas igrejas e esquecem da importancia de amar o proximo como eles mesmo deixando de ser dinherista.

  10. Noemi Eleci disse:

    “”Alfandega Pastoral”” Controladores da fé. Controladores de fiéis: Quem pode e quem não pode estar no serviço de Deus. Quando um grupinho controla tudo sem ao menos dar satisfação, ou chamar
    para uma explicação convincente……..
    Segundo o Papa Francisco, não seria isto, fechar portas? 22 de dezembro de 2013

  11. clecy bogoni disse:

    Fico feliz por ver que nosso papa ‘e tao amado e reconhecifo!

Deixe uma resposta