Natividade de São João Batista – Evangelho Comentado

sábado, junho 23, 2012

NATIVIDADE DE SÃO JOÃO BATISTA – SOLENIDADE

Evangelho de Lc 1, 57-66.80 – Completou-se o tempo da gravidez de Isabel, e ela deu à luz um filho. Os vizinhos e parentes ouviram dizer como o Senhor tinha sido misericordioso para com Isabel e alegraram-se com ela. No oitavo dia, foram circuncidar o menino e queriam dar-lhe o nome de seu pai, Zacarias. A mãe, porém, disse: “Não! Ele vai chamar-se João”…

… Os outros disseram: “Não existe nenhum parente teu com esse nome!”. Então fizeram sinais ao pai, perguntando como ele queria que o menino se chamasse. Zacarias pediu uma tabuinha e escreveu: “João é o seu nome”. E todos ficaram admirados. No mesmo instante, a boca de Zacarias se abriu, sua língua se soltou, e ele começou a louvar a Deus. Todos os vizinhos ficaram com medo, e a notícia espalhou-se por toda a região montanhosa da Judeia. E todos os que ouviam a notícia, ficavam pensando: “O que virá a ser este menino?”. De fato, a mão do Senhor estava com ele. E o menino crescia e se fortalecia em espírito. Ele vivia nos lugares desertos, até o dia em que se apresentou publicamente a Israel.

COMENTÁRIO

Hoje celebramos a solenidade do nascimento de João Batista, que foi, segundo as palavras do próprio Jesus, o maior entre todos os mortais nascidos de uma mulher.

João Batista é o grande profeta, contemporâneo de Jesus  Cristo, homem corajoso e destemido, que veio preparar a vinda do Messias, é aquele de deve ser imitados por todos nós.

João Batista foi predestinado por Deus desde a sua concepção. João veio ao mundo para preparar o caminho do Salvador. Para tornar realidade o Plano de Deus fatos extraordinários aconteceram com seus pais, que já idosos experimentaram a manifestação do poder do alto.

O Plano de Deus é perfeito, Ele pensa em tudo e tem uma tarefa para cada um de nós. Até o nosso nome é sugerido por Deus para designar a nossa missão. Quando nascemos todos ficaram alegres por nossa chegada, mas somente o Senhor sabia realmente qual seria nossa missão aqui na terra.

O nome Zacarias significa “Deus se recordou”. Deus lembrou-se de seu fiel servidor do templo. O fato de Zacarias ter ficado mudo, longe de ser um castigo, é prenúncio da felicidade que irá experimentar com a chegada dessa criança predestinada por Deus.

João é o seu nome! Esse nome também é muito significativo. João significa “Aquele que anuncia” e realmente João não fez outra coisa em sua vida a não ser anunciar a vinda do Salvador.

Mesmo antes de nascer, ainda no ventre de sua mãe, João estremeceu e anunciou a presença do Messias, quando da visita de Nossa Senhora à sua mãe Isabel.

A natividade de João Batista, único santo que no calendário da Igreja tem comemorado também o seu nascimento, se reveste de fundamental importância na história da salvação, justamente por ser um elemento divisor entre a Antiga e Nova Aliança.

Este Evangelho termina dizendo que João vivia nos lugares desertos e depois se apresentou publicamente em Israel. Onde quer que estivesse sua palavra de ordem era a renúncia ao pecado. João não se intimidou e enfrentou também os poderosos.

Suas palavras atingiam também os donos do poder. As verdades que pregava custaram-lhe a liberdade e, até mesmo sua vida. No entanto, mesmo na prisão, jamais deixou de anunciar e denunciar. Viveu com intensidade sua missão de profeta.

O mundo precisa de profetas. Como dissemos, Deus tem um plano para cada um de nós. Certamente Ele espera ver-nos anunciando e denunciando, que nos coloquemos a serviço, que levemos aos povos a Boa Nova da salvação e, acima de tudo, que sejamos capazes de diminuir para que seu Filho possa aparecer.

(fonte do texto: www.miliciadaimaculada.org.br  –  autor: Jorge Lorente  –  vídeo: Frei Gilson Frede, capuchinho, de Cabo Verde (http://poco-da-palavra.blogspot.com)

Share Button

 

Deixe uma resposta