Manjedoura: um lugar belo e poético?

quarta-feira, janeiro 4, 2012

 

The YouTube ID of PfWOUIGQl_M&feature=related is invalid.

MANJEDOURA: UM LUGAR BELO E POÉTICO?

Apesar de muitos acharem, o Tempo do Natal não começa e acaba no próprio dia 25 de dezembro. Outros acham que o Natal termina com a Festa do Reis Magos (Epifania). Mas, a verdade é que o Natal se prolonga até a Festa do Batismo do Senhor (Batismo de Jesus). Depois dela, começa o Tempo Comum.

No mundo inteiro, a Epifania é celebrada no dia 06 de janeiro e o Batismo de Jesus no domingo a seguir. Mas, no Brasil, a Epifania é celebrada no 1º Domingo após o dia 06 de janeiro e o Batismo do Senhor será, neste ano de 2012, na segunda-feira, dia 09/01/12. Isto acontece porque os Bispos do Brasil pediram autorização ao Vaticano, para que as grandes Solenidades e Festas acontecessem sempre nos Domingos, a fim de que o povo pudesse participar das Missas.

Bem, voltando ao assunto do Natal, quando pensamos no presépio, vemos o Menino Jesus deitado numa linda manjedoura forrada com palha e sobre ela uma belíssima renda ou pano bordado. No entanto, a realidade da Sagrada Família, no momento do nascimento de Jesus deve ter sido bem diferente. Você já parou para pensar o que é uma manjedoura? É simplesmente o local onde os animais comem. Provavelmente um recipiente sujo, velho e mal lavado.

Leia a seguir uma explicação bastante curiosa:

Manjedoura – Definição / Significado – s.f. Tabuleiro onde comem vacas, cavalos etc., nas estrebarias. / Cocho.

ORIGEM DA PALAVRA "MANJEDOURA"

Segundo o mestre Deonísio da Silva, manjedoura deve vir do italiano mangiatoia, cocho onde se põe comida para os animais. Pode ter derivado de manjar (comer), que tem formas semelhantes no francês manger e no italiano mangiare.

No latim, que deu origem ao português, ao francês e ao italiano, há o verbo manducare, que significa mastigar.

A manjedoura, por ter servido de berço ao Menino Jesus, tornou-se um símbolo cristão.

Manjedoura, portanto, é o lugar (douro) onde os animais comem (manjar).

É importante também observarmos o sufixo "-douro", que aparece em palavras como ancoradouro (lugar onde o navio ancora, põe a âncora para atracar), babadouro (tipo de protetor onde a criança baba) e bebedouro (onde se bebe água).

Com muita freqüência ouvimos "bebedor", em vez de bebedouro. Ora, bebedor é aquele que bebe, e não o lugar.

Por fim, é interessante lembrar que o sufixo "-douro" é variante de "-doiro". Isso significa que as formas ancoradoiro e bebedoiro também existem. E para o babadouro, o dicionário Aurélio também registra as formas babadoiro e babador.

(fonte: http://www.dicionarioinformal.com.br/manjedoura/ – Enviado por Marcus Gandier (RJ))

Share Button

 

comentário(s)

  1. MARLENE CARVALHO DOS SANTOS disse:

    MUITO BOM.

Deixe uma resposta