Observai tudo o que eles vos disserem – Evangelho Comentado

sábado, outubro 29, 2011

 

EVANGELHO COMENTADO – 31º Domingo do Tempo Comum

The YouTube ID of LTsoTxVS3W0&feature=related is invalid.

Evangelho: (Mt 23, 1-12) – Então Jesus falou às multidões e a seus discípulos: “Os escribas e os fariseus estão sentados na cátedra de Moisés. Portanto, fazei e observai tudo o que eles vos disserem, mas não os imiteis nas ações, porque eles dizem e não fazem. Amarram pesadas cargas e as põem nas costas dos outros, e eles mesmos nem com o dedo querem tocá-las. Praticam todas as suas ações para serem vistos pelos outros…

… Por isso alargam as faixas de pergaminho e alongam as franjas de seus mantos. Gostam dos primeiros lugares nos banquetes e das primeiras cadeiras nas sinagogas. Gostam de ser chamados de mestre pelo povo. Mas vós, não vos deixeis chamar de mestre, porque um só é vosso mestre, e todos vós sois irmãos. A ninguém chameis de pai na terra, porque um só é vosso Pai, aquele que está nos céus. Nem vos façais chamar doutores, porque um só é vosso doutor, o Cristo. O maior entre vós seja vosso servo. Aquele que se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado”.

COMENTÁRIOS

Mais uma vez encontramos Jesus falando para milhares de pessoas. Jesus não se limitou a falar. Jesus viveu cada palavra mencionada, pôs em prática todas as suas palavras. Por isso, critica aqueles que dizem, mas não fazem.

Palavras são palavras… frase muito antiga e, até mesmo poética, mas é só isso. Não passa de uma frase construída que não diz nada, nem acrescenta coisa alguma. A Palavra tem que ser vivida. No evangelho de hoje Jesus nos alerta para revermos nosso comportamento de filhos do mesmo Pai.

Jesus critica duramente a maneira de agir dos fariseus e mestres da lei. Chama nossa atenção para o comportamento hipócrita de certos líderes religiosos que, conhecem profundamente a lei, sabem interpretá-la, falam bonito, mas não vivem o que dizem.

Agem de forma totalmente contrária daquilo que ensinam. Aproveitam-se dos seus seguidores. Não querem servir, mas sim aproveitar-se do povo. Usam em benefício próprio a posição que ocupam na sociedade e na comunidade.

Na verdade este evangelho vem nos mostrar que pouca coisa mudou nestes dois mil anos. Esse tipo de comportamento ainda é muito comum entre aqueles homens públicos ou políticos que se dizem cristãos.

Observe que são eles os primeiros a chegarem à igreja. Sentam-se nos bancos frontais ao altar. Não raramente, também agem assim alguns líderes religiosos, coordenadores e dirigentes de movimentos paroquiais.

Não sabem exercer com sinceridade e humildade o cargo de responsabilidade que ocupam. Confundem hierarquia e organização com autoritarismo e abuso de poder. Nas reuniões, são os que mais falam e opinam. "Amarram" pesados fardos e os colocam nas costas dos outros. Falam muito e agem pouco, não são capazes de mover uma palha em prol da sociedade. Pouco ou nada fazem em favor da comunidade.

Cuidado, portanto, pois esse exemplo de Jesus é válido também para a família. Quantos maridos e esposas, quantos pais ensinam de um modo e agem de outro. Adaptam as leis de Deus conforme seus interesses. Usam a doutrina do: "façam o que eu digo, mas não façam o que eu faço". São incapazes de agir com sinceridade. Esquecem que o exemplo está acima de qualquer ensinamento.

"Quem quiser ser o maior, seja aquele que serve". "Quem se eleva será humilhado; e quem se humilha será exaltado". Estas palavras são advertências que merecem profunda reflexão de nossa parte. Jesus diz que, perante Deus o servidor é o maior. Diz ainda que, servir com humildade é a maior demonstração de amor ao próximo.

Vamos viver essas palavras. Pode ser que nossos atos passem despercebidos por muitos, mas sem dúvida, serão observados e aplaudidos por nosso Pai que dirá: "São essas as ações que Eu quero ver todos meus filhos imitando!"

(fonte do texto: www.miliciadaimaculada.org.br  –  autor: Jorge Lorente  / Vídeo: Padre Wagner – Sorocaba/SP – Brasil)

Share Button

 

comentário(s)

  1. NIVA PINHEIRO disse:

    amei pois estou sempre embusca de leituras que me anime a fé

Deixe uma resposta