Jesus sob aos céus – Evangelho Comentado

sábado, junho 4, 2011

 

EVANGELHO COMENTADO – Ascensão do Senhor

Evangelho: (Mt 28, 16-20) – "Os onze discípulos foram para a Galiléia, ao monte que Jesus lhes tinha indicado. Logo que o viram prostraram-se; alguns, porém, duvidaram. Então Jesus se aproximou e lhes disse: “Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, pois, fazei discípulos meus todos os povos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a observar tudo quanto vos mandei. Eis que eu estou convosco, todos os dias, até o fim do mundo”.

Hoje, comemoramos a ascensão do Senhor. Jesus cumpriu sua missão na terra e sobe ao céu, vai para junto do Pai. No entanto, convém ressaltar que o Céu não está localizado acima das nuvens, como nossa imaginação humana descreve.
O Céu não é um local específico e distante. Jesus está bem mais próximo do que imaginamos. Subir aos Céus, ir para junto do Pai, não significa uma separação. Jesus nunca nos abandonou, nem nos deixou sozinhos.

O texto de hoje é o último capítulo do evangelho de São Mateus. Jesus, a única autoridade entre Deus e os homens, dá aos discípulos esta ordem: “Vão e façam com que todos os povos se tornem meus discípulos, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”.

Durante os quarenta dias de permanência na terra, após sua ressurreição, Jesus aparece por diversas vezes aos seus discípulos. Depois, retorna ao Pai na Glória Celeste. Agora cabe aos seus seguidores, guiados pelo Espírito Santo, continuar a obra de Jesus.

Como sempre, a mensagem deste evangelho é atual. Nós somos os discípulos! Cabe a cada um de nós a difícil tarefa de transformar todos os povos em seguidores de Jesus. Essa tarefa seria difícil e, até mesmo impossível, se estivéssemos sós, porém Jesus promete que nunca nos abandonará.

“Eis que estarei com vocês todos os dias, até o fim do mundo”. Estas palavras devem nos estimular, devem servir de alavanca para nos levar a assumir a evangelização. Assumir com garra nossa ‘herança’ batismal, que é levar aos povos a Boa Nova da presença de Deus entre nós.
Jesus continua presente entre nós, presente em nossos lares e na comunidade. É uma presença invisível, mas real, concreta. Jesus está presente na sua Palavra e na Eucaristia. Está presente em nossas vidas, no nosso trabalho, em nossos momentos de oração, nos momentos felizes e, principalmente, nas horas de angústia.

Jesus é uma presença constante, está sempre ao lado de sua Igreja. Jesus está presente no nosso próximo. Presente, sobretudo naqueles que sofrem, nos pobres, nos humildes e nos menores. Quem quer de fato encontrar Jesus, deve procurá-lo entre os oprimidos, fracos e pequenos.
“Ele está no meio de nós!” Com muita convicção recitamos estas palavras nas nossas celebrações. Essa certeza deve acompanhar-nos sempre. Jesus continua presente em nossa vida, na história e nos acontecimentos do dia-a-dia. Jesus está ao lado de quem o anuncia e observa suas Palavras.
O Sacramento do Batismo nos incorpora a Cristo e à sua Igreja. O batismo nos confere a missão de propagar o evangelho e de testemunhar o amor do Pai que está manifestado em Jesus.

É o Espírito Santo quem nos sustenta nessa missão, quem dá forças, esperança e alegria. Com muita fibra, com perseverança, vamos viver e ensinar tudo aquilo que Jesus nos deixou. O mundo precisa aprender a praticar a justiça e a caridade em favor dos pobres e marginalizados.

(fonte do texto: www.miliciadaimaculada.org.br  –  autor: Jorge Lorente  –  vídeo: Frei Gilson Frede, capuchinho, de Cabo Verde (http://poco-da-palavra.blogspot.com)

  OUÇA TAMBÉM O EVANGELHO NA TVFRANCISCANOS

(Comentários de Frei Antônio Andrietta, OFM)

Share Button

 

comentário(s)

  1. José Juarez Batista Leite disse:

    A realidade do céu, neste mundo secularizado que vivemos, apresenta-se a nós envolvida em densas nuvens como se fosse algo utópico ou um ideal acalentado pelos sonhos de alguns que insistem em acreditar e afirmar que Jesus foi para os céus para preparar um lugar para os seus fiéis seguidores.A possibilidade de estar com Deus e desfrutar da sua felicidade,amor e paz por toda a eternidade é tão importante para nós pobres criaturas que nos abre o ser para acolhermos as dádivas e bênçãos necessárias para vivermos os ensinamentos de Jesus em todos os contextos de nossa vida,especialmente naqueles que se manifestam a dor,o sofrimento e as carências humanas nas suas expressões mais lamentáveis,e até mesmo para percebermos com mais clareza a presença real e verdadeira de Jesus na Palavra,na Eucaristia, em nossas vidas e em nós e nos irmãos ao nosso redor.

  2. silvio Schmoller disse:

    Muito bom, sou ministro da palavra e este maravilhoso material ajuda e inspira com auxilio do ESPIRITO SANTO DE DEUS, a levar uma palavra de paz e amor as pessoas por onde passo.

    AMÉM.

Deixe uma resposta