Um jovem coração generoso!

sexta-feira, outubro 29, 2010

 

São belas estas imagens de um coração generoso e compassivo de um jovem dos Estados Unidos, que salva um pequeno cachorro que sem querer cái em alto-mar. Ser compassivo significa ter compaixão, ou seja, sentir a dor do outro. No final deste artigo você encontra a sequencia de fotos. O jovem não temeu a água fria, nem o mar agitado e nem a profundidade. Não pensou em si, quando percebeu o desespero da dona do cachorrinho. Sinceramente, eu não teria coragem de fazer o mesmo! Você teria?

…" ‘Jesus teve compaixão’, rasga e marca com outro tom o horizonte de egoísmo que sempre emoldura toda mesquinhez e a comum indiferença diante das dores e dos sofrimentos dos outros. Não é difícil ver tantas coisas, particularmente, aquelas que alimentam a perversidade ou ocasionam comentários que dão asas aos pensamentos que destroem. É preciso ver. Há muito para se ver. Só quem vê, de verdade, é capaz de ter compaixão. Deus vê de verdade. Deus vê tudo. Por isso, Ele tem compaixão. Em Deus, o ver é uma propriedade que o define na sua mais profunda significação. No coração humano, ver de verdade é um dom. Um dom de grande importância. Sua grande importância deve gerar no coração do discípulo o desejo de pedir e receber o dom de ver de verdade, fazendo nascer no seu peito um coração cheio de misericórdia e compaixão. Um sentimento que é mais do que um simples sentimento. Na verdade, é uma experiência de intimidade e semelhança com o coração do próprio Deus. E tudo muda quando se tem compaixão. O coração compassivo é autenticamente humano e se torna, por isso, fonte de grandes alegrias.

Na medida em que se em que se consegue ver as dores e sofrimentos dos outros é que se conquista um coração novo. Esta capacidade de ver e sentir o outro gera o coração novo, porque provoca a generosidade que enche a vida de sentido pela medida da oferta de si para o bem de qualquer um outro, considerando a sua necessidade. Necessidade atendida como projeto de reconstrução e edificação da vida. Não se pode, pois, dispensar olhos que se tornam capazes de ver os mais pobres, aqueles que estão mais distantes e esquecidos pelos interesses outros de tantos outros. Só um coração íntimo de Deus é capaz de ver em profundidade, com a propriedade do ver de Deus. Esta propriedade gera no coração humano os sentimentos de profundidade divina. O divino sentir de Deus se manifesta no fundo do coração humano. O resultado é uma grande e verdadeira revolução. Uma revolução de amor derramado nos corações precisados"…

(fonte do texto entre aspas: http://blog.bibliacatolica.com.br/igreja/jesus-teve-compaixao-dom-walmor-oliveira-de-azevedo/  –  autor: Dom Walmor Oliveira de Azevedo).

 

 

 

 

 

 

 

 

Share Button

 

comentário(s)

  1. soniaaparecidapereiradesousa disse:

    é lindo a solidariedade o amor ao proximo quando tava vendo as fotos parece que eu ouvi a voz do Senhor: “Sonia,sou Eu, Eu te amo muito me lanço no mar gelado por vc Eu te resgato Eu toco na tua vida profundamente não se desespere neste mar Eu te resgato e ponho a salvo por amor ao meu Nome e por amor de ti não lance olhares desesperados estou aqui” e chorei muito. Obrigado.

  2. Além de ser um animal,ele também veio de Deus.Lembram de São Francisco .Amém.Shalom.

  3. ricardo disse:

    muito lindo.

  4. DOM GILVAN FRANCISCO DOS SANTOS,OSB disse:

    Realmente foi um ato muito belo!

Deixe uma resposta