Filho, tu estás sempre comigo – Evangelho Comentado

sexta-feira, março 12, 2010

 

filho prodigo gastar bens heranca igreja catolica canto da paz evangelho comentado 

4° Domingo da Quaresma – EVANGELHO COMENTADO

Evangelho: (Lc 15, 1-3.11-32)

Todos os publicanos e os pecadores se aproximavam de Jesus para ouvi-lo. Os fariseus e escribas resmungavam, dizendo: "Este homem acolhe os pecadores e come com eles". Então Jesus lhes contou a seguinte parábola: "Um homem tinha dois filhos. O mais jovem disse ao pai: ‘Pai, dá-me a parte da herança que me cabe’. E o pai dividiu os bens entre eles…

…Depois de alguns dias, o filho mais jovem juntou tudo e partiu para uma terra distante. Lá dissipou os seus bens numa vida desregrada. Depois de gastar tudo, houve grande fome naquela terra e ele começou a passar necessidade. Ele foi pôr-se ao serviço de um dos cidadãos daquela terra, que o mandou para os seus campos cuidar dos porcos. Desejava encher o estômago com o que os porcos comiam, mas ninguém lho dava. Caindo em si, disse: ‘Quantos empregados do meu pai têm pão em abundância, e eu aqui morro de fome! Vou partir em busca de meu pai e lhe direi: Pai, pequei contra Deus e contra ti. Já não sou digno de ser chamado teu filho. Trata-me como um dos teus empregados’. Então se levantou e voltou para a casa do pai. Ainda longe, o pai o viu e ficou comovido. Correu-lhe ao encontro e o abraçou, cobrindo-o de beijos. O filho, então, lhe disse: ‘Pai, pequei contra Deus e contra ti. Já não sou digno de ser chamado teu filho’. Mas o pai falou para os escravos: ‘Trazei depressa e vesti nele a túnica mais preciosa, ponde-lhe um anel no dedo e sandálias nos pés. Trazei um bezerro bem gordo e matai-o. Vamos comer e nos alegrar, porque este meu filho estava morto e voltou à vida, estava perdido e foi encontrado’. E começaram a festa. O filho mais velho estava no campo. Ao voltar, quando se aproximava da casa, ouviu a música e as danças. Chamando um dos criados, perguntou do que se tratava. O criado respondeu: ‘Teu irmão voltou, e teu pai mandou matar o bezerro gordo porque o recuperou são e salvo’. Ele ficou indignado e não queria entrar. Então o pai saiu e insistiu que entrasse. Mas ele respondeu ao pai: ‘Há tantos anos eu trabalho para ti, sem nunca desobedecer uma ordem tua, e nunca me deste sequer um cabrito para festejar com os meus amigos. E agora que voltou este teu filho, que devorou tua fortuna com prostitutas, matas para ele o bezerro gordo’. O pai lhe explicou: Filho, tu estás sempre comigo e tudo o que é meu é teu. Mas era preciso fazer festa e alegrar-se, porque este teu irmão estava morto e voltou à vida; tinha-se perdido e foi encontrado".

COMENTÁRIO

Hoje é Domingo, dia do Senhor e aqui estamos para juntos, vivermos sua Palavra. Já estamos, praticamente, na metade do período da quaresma. Mais três semanas e estaremos comemorando o dia da salvação, o dia da Páscoa do Senhor.

O Domingo de Páscoa é o grande dia para o cristão, o grande dia para a humanidade. O Pai, como prova de seu infinito amor, entregou seu próprio Filho para nos salvar. O Filho, vencendo a morte, voltou ao Pai e tornou real o seu sonho de reconciliação.

ESTE ARTIGO CONTINUA

Share Button

 

comentário(s)

  1. Diogo disse:

    Este Evangelho Jesus nos mostra a misericórdia de Deus.
    Espero há anos pelos pedidos que o Senhor venha em meu auxílio como fêz com este filho prodígo e liberte-me e me dê forças para me livrar de todos os males como o fêz dom este filho rebelde.

  2. imaculada disse:

    Gostaria de parabenizar por esse artigo maravilhoso, pois comtribui muito em meus trabalhos pastorais. Que Deus abençõe.

  3. Adnildo cardoso rodrigues disse:

    Este Evangelho nos mostra realmente a importância de refletimos mais sobre o tempo da quaresma.Em nossa cidade por exemplo á anos que vem acontecento um carnaval fora de época,o pior que é sempre no tempo da quaresma.Parabens voces por nos proporcionar este trabalho de Evangelização.

  4. Vê quanta Misericórdia,não o encheu de perguntas,só o abraçou,todos podem achar esse abraço,é só pegar sua cruz e segui-lo.Amém.Shalom.

Deixe uma resposta