Campanha da Fraternidade 2010

domingo, janeiro 3, 2010

 


CAMPANHA DA FRATERNIDADE DE 2010

A Campanha da Fraternidade deste ano será ecumênica, ou seja, envolverá também outras Igreja Cristãs, diferentes da Igreja Católica.

As Igrejas-membro do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (CONIC) assumiram o compromisso de realizar a nova Campanha da Fraternidade no ano de 2010, com o tema "Economia e Vida" e lema "Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro" (Mt 6,24).

campanha da fraternidade 2010 canto da paz igreja catolica cnbb quaresma dinheiro

Sob a responsabilidade do CONIC, a Campanha da Fraternidade 2010 será, portanto, ecumênica, pois estará aberta à participação de todas as denominações cristãs e pessoas de boa vontade que quiserem nela comprometer-se, no espírito do ecumenismo. Para essa finalidade foi constituída uma Comissão responsável pela sua realização, formada por dois delegados de cada Igreja-membro do CONIC.


ORAÇÃO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2010:

Ó Deus Criador, do qual tudo nos vem, nós te louvamos pela beleza e perfeição de tudo que existe como dádiva gratuita para a vida.

Nesta Campanha da Fraternidade Ecumênica, acolhemos a graça da unidade e da conivência fraterna, aprendendo a ser fiéis ao Evangelho. Ilumina, ó Deus, nossas mentes para compreender que a boa nova que vem de ti é amor, compromisso e partilha entre todos nós, teus filhos e filhas.

Reconhecemos nossos pecados de omissão diante das injustiças que causam exclusão social e miséria. Pedimos por todas as pessoas que trabalham na promoção do bem comum e na condução de uma economia a serviço da vida.

Guiados pelo teu Espírito, queremos viver o serviço e a comunhão, promovendo uma economia fraterna e solidária, para que a nossa sociedade acolha a vinda do teu reino.

Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

Share Button

 

comentário(s)

  1. Priscila disse:

    o artigo está ótimo! essas partituras ajudaram muito! Mas, como faço pra saber em qual momento da missa utilizar cada cântico?

  2. Damião Santos Filho disse:

    Tem ajudado bastante às comunidades todas as informações contidas neste site, de forma que facilitou o acesso ao material da Campanha da Fraternidade, propiciando-nos um maior acesso e entendimento da CF-2010.

  3. bela disse:

    estu bm q podia ter um pouco mais d conteudo pois aqui eu ñ consegui acha tudo o q eu queria aqui

  4. Altair José Mafessoni Liviz disse:

    Fiquei muito feliz e agradecido pelo artigo e as partituras das músicas da CF 2010, estava precisando mesmo delas. Que Deus abençõe a todos. Obrigado! Abraços. Altair.

  5. célio dos santos disse:

    É ótimo! Agora estou aprendendo o hino para tocar na novena. Um abraço.

  6. Anônimo disse:

    Amei o artigo é excelente! Parabéns a todos e que Deus abenções

  7. sabrina disse:

    muito bom,ai não tem descriminação entre católico e critão……..

  8. Antonio disse:

    Queridos irmãos em Cristo, entrei no site e na primeira experiência, tive ótima impressão, haja visto, encontrei o que precisava para melhorar meu aprendizado. Lí os comentários de alguns usuários, entre eles, alguém fez criticas sobre custos, não quero tomar partido, mas eu não tive nenhum custo. Parabenizo todos vós e continuem a divulgar C R I S T O nosso Pai, Ele ficará muito feliz com esta iniciativa. O que vocês puderem colocar a disposição, faça-o lógo, se há algum custo, meditem sobre a CF 2010. Vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro e…

  9. ANETE MARIA DOS SANTOS disse:

    GOSTEI MUITO.
    MAS SE FOSSE POSSIVEL ME ENVIASSE ATRAVEZ DE E-MAIL OU O QUE PREFERIREM ALGUMA COISA SOBRE CAMPANHA DA FRATERNIDADE POIS SOU CATEQUISTA DA SEMENTINHA E ESTOU COM UM POUCO DE DUVIDA.
    AGRADEÇO MUITO.
    ANETE

  10. valquiria disse:

    Boa tarde,
    Gostei muitissimo desse site e vou repassá-lo a todos que fazem parte da comunidade.
    Tenho uma filha de cinco anos que desde bebê vai a igreja, sei q devo iniciar mais atitudes de solidariedade com os pequeninos desse nosso mundão e podem ter certeza que esse site vai, ou melhor já esta ajudando a todos que aqui procuram renovação com as partes da missa onde é o elo fundamental do cristão com Deus. Devemos ter total satisfação em poder acessar tal momento de paz atraves de vcs, e aqueles q aqui passarem deixo o meu recado: repassem sem cessar esse site que é fundamental (a meu ver).
    obrigada
    valquiria-londrina-pr

  11. sabrina disse:

    gostei,porque não tem preconceito entre católico e critã

  12. Helena Ribeiro disse:

    Bom, eu não conhecia o hino até que uma amiga me pediu para que eu imprimisse para ela, procurei no google e encontrei, mais despertou a curiosidade de ouvi-la já que as letras eram bem interessantes. Ao ouvir gostei muito tanto da Composição do João Rothe Machado / Pe. José Weber, Svd quanto da criatividade da apresentação.

    Parabéns.

  13. Cristiano Carvalho disse:

    olha vou ser bem sincero, naum ha o que reclamar sobre o site,é PETACULAR, parabéns
    que DEUS continue iluminando a todos.

  14. Daniel Oliveira disse:

    Gostaria de agradecer pelas partituras, mas sem deixar de fazer uma alerta a todos músicos:AS CIFRAS ESTÃO ERRADAS…é preciso “tirar” as músicas de ouvido ou serão tocadas diferentes do que temos no cd!!! Queria entender por que isso acontece??? 🙁

    A todos uma ótima CF2010!!!
    Quem se interessar posso mandar as cifras que fiz!!!

  15. Daniel Oliveira disse:

    OBS:as músicas podem estar com as cifras facilidadas, porem algumas modificações não ‘soam’ bem!!!

  16. Achei o artigo excelente, e gostaria de receber sempre que possivel as musicas atualizadas. Gosto de cantar na Igreja do meu bairro e sempre preciso estar atualizado.
    Agradeço a oportunidade de expressar meus pensamentos e opinião.
    Abraços a todos, que Deus os abençoe.

    André Felipe

  17. eduarda disse:

    Adorei a cancao deste ano, espero que Deus abencoe cada um de voces.Amem:)

  18. geiziele disse:

    muito legal por que fala sobre a campanha da fraternidada eu confio em Deus Pai Todo Poderoso porque so muito com fiavel em Deus Pai Todo Poderoso

  19. Nazaré de souza disse:

    maravilhoso, tirei muitas dúvidas sobre a campanha da fraternidade de 2010.

  20. Abimair disse:

    Boa tarde…
    Excelente, muito bom mesmo adorei até escutei os cantos e cantei junto pois quero fazer parte do coral da igreja onde moro.Quer dizer estamos montando um pois só tem uma pessoa que canta e uma pessoa que toca violão, então ontem fui ao ensaio de canticos para ensaiar para a missa de hoje.Moro em Campo Magro.
    Obrigado!

  21. LUCAS disse:

    Muito Obrigado. me Ajudou muito… esse artigo esta otimo…….. que Deus abençou vcs todos que fazem perte desse site!!!!!!!!!!

  22. mateus disse:

    oi td bom com vc

  23. Defensor da Igreja disse:

    Teologia da Libertação pura!!!
    Procure sobre TL e se liberte,

    Pax et bonum!
    Não a TL!

  24. Neuzinha disse:

    Boa noite,gostei muito de artigo.Leio todos é um grande crescimento espiritual.
    Fiquem com Deus.

  25. ARTIGO: Campanha da fraternidade – O outro lado de um mesmo lado / Reflexão

    A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil define a cada ano, através da Campanha da fraternidade, um tema voltado à reflexão pessoal; este ano, católicos ou não, o assunto a ser debatido envolve todos e será “A Vida no Planeta”. Ou seja, o objetivo será o de discutir o meio ambiente como um todo e, em particular, o aquecimento global e as conseqüentes mudanças climáticas, independentemente se você acredita, ou tenha dúvidas, se este é um processo decorrente da ação humana.
    Como apoio a esta importante iniciativa consideramos válido explicitar uma pesquisa recentemente realizada pelo NEPA na Região da Grande Vitória que analisou especificamente o que a sociedade percebe do aquecimento global e das mudanças climáticas (causas e efeitos) – primeira realizada com este objetivo no Estado – e que gerou informações importantes que merecem uma reflexão neste momento.
    A pesquisa mostra de forma muito explícita que a sociedade diz saber o que é o aquecimento global, porém, em processo imediato, quando se vê diante da necessidade de explicar o que diz conhecer, tem dificuldades em fazê-lo. Possivelmente, exposta continuamente a mídia (TVs, jornais, revistas, Internet, etc.) a sociedade passou a conviver com a temática, mas não absorveu ainda o conhecimento suficiente para entender a complexidade do assunto e de suas conseqüências sobre o planeta.
    Não é difícil de entender isso se acompanhamos as informações que chegam à sociedade; uma sucessão de informações, muitas das vezes opostas em relação a seus conteúdos, baseadas em aspectos prós e contras que acabam, naturalmente, por colocar a maioria das pessoas, em um conflito interno de posicionamento pessoal, o que tem levado muitas a se desinteressar pelo tema esperando o que eles entendem ser a ausência de conclusões definitivas.
    Ou seja, esta é uma evidência que não basta apenas oferecer programas de educação ambiental à sociedade; isso é necessário, mas não suficiente, pois se faz imprescindível verificações adicionais se realmente as mensagens oferecidas estão alterando o modo de pensar de cada um (percepção ambiental) sobre o assunto.
    O que esta pesquisa fez foi exatamente isso, analisar o nível de percepção ambiental da sociedade diante das causas e efeitos do aquecimento global de modo a ter certeza se o grupo estava preparado para entender e discutir a totalidade da temática em estudo.
    Isso nos leva de volta a Campanha da Fraternidade que poderá ser um excelente momento para ampliar o grau de conscientização da sociedade permitindo que ela – o que não parece ser a realidade de hoje, base a pesquisa realizada – possa assumir seu papel no cenário das discussões hoje prioritárias nos segmentos político, científico, empresarial e ambientalista.
    Se a sociedade não entender que precisa estar minimante informada do assunto para poder participar das decisões – muitas delas duras para a própria sociedade – poderá se ver envolvida por decisões das quais não participou, mas que se verá obrigada a atender.
    Será que a sociedade está realmente a par daquilo que poderá ser necessário fazer para minimizar os efeitos do aquecimento global? Os governos (nacional e internacional) estão adotando ações concretas para minimizar o problema ou estão preocupados apenas com os efeitos econômicos que cada um terá de enfrentar? Estas são algumas das muitas reflexões que precisam ser esclarecidas a sociedade, sob pena de, e não será por falta de aviso, ser surpreendido pelo evitável.

    Roosevelt S. Fernandes
    Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental / NEPA
    roosevelt@ebrnet.com.br

  26. fernando disse:

    oque ajente nao faz por Deus, nao é?

Deixe uma resposta