O que é indulgência parcial ou plenária?

sábado, outubro 31, 2009

CONTINUAÇÃO

cancaonova.com: A indulgência é do tempo de Jesus ou uma criação do Papa?

Felipe Aquino: A indulgência é uma descoberta da Igreja, mas que, evidentemente, está no coração de Jesus. Ele não ensinou todas as coisas para Igreja, mas deixou que o Espírito Santo fosse as ensinando. Tanto é que, na Santa Ceia, Ele disse para os apóstolos: “Eu ainda tenho muitas coisas para ensinar, mas vocês não estão preparados para ouvir agora. Quando vier o Espírito Santo ensinar-vos-á todas as coisas ” (Jo 16,12). O Espírito de Deus, então, foi ensinando para a Igreja, nesses 2 mil anos, e as indulgências começaram logo nos primeiros séculos. Ela foi aprovada pela Igreja e pelos papas até hoje, mas, evidentemente, está tudo no coração de Jesus.

 

cancaonova.com: Há diferentes tipos de indulgências?

Felipe Aquino: Há dois tipos de indulgências: a plenária e a parcial. A indulgência parcial é aquela que nós conseguimos para uma alma do purgatório, e ela fica aliviada de parte de suas penas. Na indulgência plenária, a alma fica aliviada de todas as suas penas, ou seja, dali, ela vai para o céu (obs. do Canto da Paz: a Igreja define quando a indulgência é parcial ou plenária).

‘Cumprindo-se 4 exigências, pode-se ganhar uma indulgência plenária a cada dia’

 

cancaonova.com: Podemos ganhar as indulgências em qualquer época do ano?

Felipe Aquino: Sim. Podemos ganhá-las todos os dias para a nossa alma ou para uma alma do purgatório. Basta fazer uma boa confissão, participar da Eucaristia, rezar pelo o Papa pelo menos um Pai Nosso e uma Ave-Maria. Depois, fazer uma das quatro coisas que eu vou dizer agora: fazer meia hora de adoração ao Santíssimo Sacramento, meia hora de leitura bíblica meditada, a via-sacra na Igreja, ou rezar um terço em família ou na comunidade diante de um oratório com a imagem de Nossa Senhora. Cumprindo essas 4 exigências, a pessoa pode ganhar uma indulgência plenária a cada dia, uma vez por dia e para cada alma.

ESTE ARTIGO CONTINUA

Share Button

 

comentário(s)

  1. Edivenes Antonio Gonçalves disse:

    São belíssimas as oportunidades para as pessoas encontrarem o caminho do Céu e mais bela ainda é a maneira como o Professor FELIPE AQUINO, oferece a todos (as)o conhecimento destas palavras por ele citadas que entram nos lares, como se fossem uma mensagem mandada por Jesus.Recebo as mensagens, convites, etc da Katia Lima, como é bom. Não devo citar nomes para não cometer injustiça,mas é com justiça que peço a Deus por todos (as)muita luz e muita paz.Edivenes.

  2. Maria da Conceição Silva disse:

    Valeu! Artigos valiosos. Espero ser contemplada com essas pérolas que nos ajudam conhecer melhor quem é Jesus e nos aproximarmos dele. Obrigada! Parabéns! Conceição

  3. DOMINGOS MARIA disse:

    15-11-2009
    MUITAS PESSOAS ME TÊM PERGUNTADO: qual o livro da biblia onde está escrito a existência do Purgatorio?
    QUE LHES DEVO RESPONDER?
    CUMPRIMENTOS

    DOMINGOS MARIA
    Eu.naosouodeusquetuinventaste@gmail.com

  4. Edivenes Antonio Gonçalves disse:

    Muito poucas pessoas conhecem este assunto (Indulgências), mas falta o conhecimento vindo das pessoas que trabalham na Igreja.Tudo na Igreja é muito corrido, A Santa Missa uma hora, pouco se pode fazer. Alguém precisa incentivar mais os fiéis, principalmente os homens, as crianças e as senhoras nesta mesma ordem. Na homilia se ouve muitas coisas boas não só sobre o Evangelho mas, é preciso esticar um pouco mais para levar tantas coisas boas que estão guardadas. É preciso voltar o ensino da nossa religião nas escolas. Grato. Amém. Paz e Bem.

Deixe uma resposta