O que é indulgência parcial ou plenária?

sábado, outubro 31, 2009

 

No dia de Finados, receba uma indulgência plenária! – "A indulgência retira as penas das almas do purgatório"

indulgencia finados parcial plenaria jesus cristo ceu eternidade nossa senhora igreja catolica canto da paz

No dia de Finados, “aos que visitarem o cemitério e rezarem, mesmo só mentalmente, pelos defuntos, concede-se uma Indulgência Plenária, só aplicável aos defuntos. Diariamente, do dia 1º ao dia 8 de novembro, nas condições costumeiras, isto é, confissão sacramental, comunhão eucarística e oração nas intenções do Sumo Pontífice; nos restantes dias do ano, Indulgência Parcial (Enchr. Indulgentiarum, n.13)”.

“Ainda neste dia, em todas as igrejas, oratórios públicos ou semi-públicos, igualmente lucra-se uma Indulgência Plenária, só aplicável aos defuntos; a obra que se prescreve é a piedosa visitação à igreja, durante a qual se deve rezar o Pai-nosso e Creio, confissão sacramental, comunhão eucarística e oração na intenção do Sumo Pontífice (que pode ser um Pai Nosso e Ave-Maria, ou qualquer outra oração conforme inspirar a piedade e devoção).” (pg. 462 do Diretório Litúrgico da CNBB).

Mas, afinal, o que é indulgência? Para falar deste assunto tão comentado pelos fiéis da Igreja Católica, durante o Dia de Finados, o cancaonova.com conversou com o professor Felipe Aquino.

Segue a entrevista com o professor Felipe Aquino:

cancaonova.com: O que é indulgência?

Felipe Aquino: A indulgência é o cancelamento das penas devidas pelos pecados que nós cometemos e que já foram perdoados na confissão. Mas é preciso explicar uma coisa: quando se comete um pecado grave, há duas consequências: a culpa e a pena. A culpa é aquela ofensa que se faz a Deus e a confissão perdoa. No entanto, ainda fica a chamada ‘pena temporal’, que é o estrago causado pelo pecado na sua própria alma, porque você deixou de ser mais santo. Então, há de querer recuperar isso. Essa pena nós cumprimos aqui na terra com orações e penitências ou no purgatório, se a pessoa morrer com elas.

A indulgência retira essas penas das almas do purgatório; elas fazem aquilo que nós chamamos de sufrágio da alma. 

ESTE ARTIGO CONTINUA

Share Button

 

comentário(s)

  1. Edivenes Antonio Gonçalves disse:

    São belíssimas as oportunidades para as pessoas encontrarem o caminho do Céu e mais bela ainda é a maneira como o Professor FELIPE AQUINO, oferece a todos (as)o conhecimento destas palavras por ele citadas que entram nos lares, como se fossem uma mensagem mandada por Jesus.Recebo as mensagens, convites, etc da Katia Lima, como é bom. Não devo citar nomes para não cometer injustiça,mas é com justiça que peço a Deus por todos (as)muita luz e muita paz.Edivenes.

  2. Maria da Conceição Silva disse:

    Valeu! Artigos valiosos. Espero ser contemplada com essas pérolas que nos ajudam conhecer melhor quem é Jesus e nos aproximarmos dele. Obrigada! Parabéns! Conceição

  3. DOMINGOS MARIA disse:

    15-11-2009
    MUITAS PESSOAS ME TÊM PERGUNTADO: qual o livro da biblia onde está escrito a existência do Purgatorio?
    QUE LHES DEVO RESPONDER?
    CUMPRIMENTOS

    DOMINGOS MARIA
    Eu.naosouodeusquetuinventaste@gmail.com

  4. Edivenes Antonio Gonçalves disse:

    Muito poucas pessoas conhecem este assunto (Indulgências), mas falta o conhecimento vindo das pessoas que trabalham na Igreja.Tudo na Igreja é muito corrido, A Santa Missa uma hora, pouco se pode fazer. Alguém precisa incentivar mais os fiéis, principalmente os homens, as crianças e as senhoras nesta mesma ordem. Na homilia se ouve muitas coisas boas não só sobre o Evangelho mas, é preciso esticar um pouco mais para levar tantas coisas boas que estão guardadas. É preciso voltar o ensino da nossa religião nas escolas. Grato. Amém. Paz e Bem.

Deixe uma resposta