Novena de Santa Clara – início: 02 de agosto

sexta-feira, julho 31, 2009

 

novena de santa clara de assis segunda ordem franciscana irmas clarissas mosteiros

A Ordem dos Frades Menores está concluindo as comemorações do 8º Jubileu de sua fundação. Agora, a Ordem de Santa Clara começa a celebrar o seu momento histórico: OITOCENTOS ANOS de sua fundação, que se realizará em 2012. A exemplo do ramo masculino, que comemorou "A Graça das Origens" a partir de 2006, o ramo feminino também faz memória da origem dessa fascinante aventura evangélica vivida por Santa Clara e suas primeiras companheiras, que foram tocadas pelo ensinamento e modo de vida do Seráfico Pai São Francisco, no seguimento de Jesus Cristo pobre, humilde e crucificado, na pequena ermida de São Damião, em Assis.

De 2009 até 2011, as Clarissas terão três anos de preparação para o Grande Jubileu de 2012 (veja abaixo o quadro do tríduo preparatório), quando se completa 8 séculos em que Clara de Assis e as primeiras irmãs entraram na Ordem e receberam de Francisco de Assis uma Forma Vivendi, que continha a inspiração fundamental que definiu a Ordem das Irmãs Pobres.

2009 – Vocação
Conteúdo: Identidade e relação com a 1ª Ordem
Instrumentos: A redescoberta das Fontes

2010 – Contemplação
Conteúdo: Vida espiritual, vida em Cristo
Instrumentos: Escuta, silêncio e conversão

2011 – Em Altíssima Pobreza
Conteúdo: Revalorizar a escolha da pobreza, minoridade, despojamento, restituição.
Instrumentos: escolhas concretas de solidariedade

2012 – A Santa Unidade
Ano da Celebração

Abaixo segue a novena de Santa Clara do Mosteiro de Canindé, no Ceará. Reze a Novena de Santa Clara com as Clarissas do Santuário de Canindé (CE)

Através desta novena meditaremos sobre vocação. Especialmente a vocação de Santa Clara e suas primeiras filhas espirituais e também sobre a vocação de cada um de nós. O chamado à vida, o chamado a ser cristão e o chamado a trilhar um caminho que o próprio Senhor nos conduz. Enfim, o chamado para ocupar um lugar no paraíso. Vocação é também uma resposta de amor que inclui liberdade, discernimento, doação, fidelidade.

Se hoje festejamos Santa Clara é porque ela reconheceu, aceitou, viveu e foi fiel ao chamado de Deus. Santa Clara não pertence unicamente ao seu berço de origem: Assis, mas ao mundo. Os sonhos dela não ficaram presos no tempo, mas é atual. É o sonho de cada cristão que deseja um mundo mais fraterno, pacífico e igualitário. É o sonho de cada jovem que é capaz de romper barreiras e doar a vida por um ideal. Por isso, Santa Clara é de Assis e de hoje. (Me. Maria Elisabete dos Anjos, OSC, Abadessa do Mosteiro do Santíssimo Sacramento, Canindé, CE)

Oração Inicial
(para todos os dias da Novena)

Oração a Santa Clara

Ó heróica Virgem Santa Clara, que, em hora perigosa para a paz do vosso Mosteiro e da vossa pátria, superando medo e fraqueza, e animada de fé inabalável, dirigistes ao Coração Eucarístico de Jesus esta prece: "Ó Senhor, não entregueis às feras as almas que em Vós confiam! Vós que desassombradamente enfrentastes os bárbaros. E, levantando o sagrado Cibório, pusestes os invasores em precipitada fuga, hoje acolhei benigna, as nossas orações e apresentai-as juntamente com as vossas ao trono do Divino Cordeiro, para nos obterdes misericórdia.

Oferecei ao seu Coração compassivo, nestes dias de provação, as angústias dos corações e os sofrimentos físicos dos povos. A Ele repeti mais uma vez a vossa oração confiante da justiça para o mundo, à tranquilidade e prosperidade para o Brasil, e para todos mais ardente amor à Eucaristia!
Assim seja!

 

PRIMEIRO DIA DA NOVENA
02/08/09 – Domingo
PERDÃO DE ASSIS – FESTA

Liturgia da Palavra

Comentarista: O Seráfico Pai Francisco, por singular devoção à Santíssima Virgem, consagrou especial afeição à capela de Nossa Senhora dos Anjos ou da Porciúncula. Ai deu início à Ordem dos Frades Menores e preparou a Fundação das Clarissas: E lá completou felizmente o curso de seus dias sobre a terra.

Foi também neste local que o Santo Pai alcançou a célebre Indulgência, que os Sumos Pontífices confirmaram e estenderam a outras Igrejas. Para celebrar tantos e tão grandes favores ali recebidos de Deus. Foi instituída também esta litúrgica, como aniversário da consagração da pequena ermida.

Leitura (Eclo 24, 1-4. 16-22.31)
Salmo Responsorial (33)
Evangelho (Lucas 1,26-33)

Texto de Santa Clara

Comentarista: Nessa leitura conheceremos como Santa Clara, abandonando a sociedade, riqueza, luxo, e familiares, inicia a Ordem das Irmãs Pobres (ou Clarissas como serão chamadas depois).

Tema: A fuga de Santa Clara

Aproximava-se a solenidade de Ramos, quando a jovem, de fervoroso coração, foi ter com o homem de Deus, Francisco de Assis, para saber e como devia fazer para mudar de vida. Ordeno-lhe o pai Francisco, que no dia da festa, bem vestida e elegante fosse receber a palma no meio da multidão e que, de noite, deixando o acampamento trocasse as alegrias mundanas pelo luto da Paixão do Senhor.

Quando chegou o Domingo, a jovem fez o que Francisco pediu. Aconteceu um oportuno presságio: os outros se apressaram a pegar os ramos, mas Clara ficou parada em seu lugar por recato, e o Pontífice desceu os degraus, aproximou-se dela e lhe colocou a palma nas mãos. De noite, dispondo-se a cumprir a ordem do santo, empreendeu a ansiada fuga em discreta companhia.

Não querendo sair pela porta habitual, com as próprias mãos abriu outra obstruída por pesados troncos e pedras, com uma força que lhe pareceu extraordinária.

E assim abandonando o lar, a cidade e os familiares, correu a Santa Maria da Porciúncula, onde os frades, que diante do altar de Deus faziam uma santa vigília, receberam com tochas a virgem Clara ( … ) Com os cabelos cortados pela mão dos frades, abandonou seus ornatos variados.

Mal a notícia chegou a seus familiares, e eles, com o coração dilacerado, reprovaram a ação e os projetos da moça. Juntaram-se e correram ao lugar para tentar conseguir o impossível. ( … ) Mas ela segurou as toalhas do altar e mostrou a cabeça tonsurada, garantindo que jamais poderiam afastá-la do serviço de Cristo.

Fontes Clarianas. Fontes históricas. Legenda Santa Clara 7-8. Pág. 34-35

 

ESTE ARTIGO CONTINUA

Share Button

 

comentário(s)

  1. Irmãs Clarissas de Monte Real - Portugal disse:

    Prezadíssima Katia Lima, Saudações fraternas com votos de saúde, paz e amor. Obrigada pela sua linda mensagem e pela sua visita ao site do nosso Mosteiro. Tudo nos aproxima e torna mais presentes junto dos irmãos. Parabéns pelo vosso profissionalismo e sensibilidade revelada no Canto da Paz. Podem enviar intenções que as apresentaremos a Jesus e a Sua e nossa Mãe bendita.
    Desejamos muito progresso e conforto espiritual para toda a Equipa. Abraços de fraterna amizade.

  2. Maria Domingues disse:

    É simplesmente edificante !!! Sou devota de São Francisco de Assis e, através deste site, estou ficando mais informada a respeito deste santo tão importante para a nossa igreja.

  3. Fernanda do Nascimento disse:

    Sou Fernanda da OFS, me sinto muito feliz em conhecer esta página e hoje estamos nos preparando para a celebração do proximo dia 11.
    Olharei com mais atenção a novena e darei como sugestão para a minha fraternidade.
    Obrigada!
    Paz e bem

  4. diuene sena disse:

    sou devota de santa clara, estou Gravida de 6 meses, e vou colocar o nome da minha filha MARIA CLARA, peço proteçao divina para meu bebe, gostaria de receber, INFORMAÇOES. GOSTEI MUITO DO ARTIGO

  5. diuene sena disse:

    ESTE ARTIGO ESTA NOTA 10

  6. Nelma nevs disse:

    Estou muito feliz em estar aqui, sou devota de Santa clara, já tive graças alcançadas por ela. Amei o artigo estou emocionada.

  7. rosa maria carvalho valente disse:

    Amei esse artigo .

Deixe uma resposta