Maria, Mãe, Esposa e Filha?: por quê?

sexta-feira, maio 15, 2009

CONTINUAÇÃO

 

Maria fez irmão nosso o Senhor da majestade

Em Cristo, Francisco descobre a presença, sempre discreta e eficaz, de Maria. Celano informa como Francisco estabelecia esta profunda ligação entre Maria e Jesus: «Rodeava de um amor indizível a Mãe de Jesus, por ter feito irmão nosso o Senhor de toda a majestade. Em sua honra cantava louvores especiais, erguia-lhe súplicas, consagrava-lhe afectos, tantos e tais que nenhuma língua humana os conseguiria exprimir.» (Vida Segunda: 198,1-2).

Destes “louvores especiais”, dois merecem particular menção: a Antífona “Santa Virgem Maria”, do Ofício da Paixão do Senhor, e a Saudação à Bem-aventurada Virgem Maria. Hoje, apenas transcrevo a Antífona para sublinhar a sua perspectiva trinitária:

“Santa Virgem Maria, não veio a este mundo mulher semelhante a ti, filha e serva do Rei altíssimo, o Pai celeste, mãe de nosso santíssimo Senhor Jesus Cristo, esposa do Espírito Santo, roga por nós juntamente com São Miguel Arcanjo e todas as Virtudes do céu e todos os Santos, a teu santíssimo e dilecto Filho, nosso Senhor e Mestre”.

Merece ser registada a nota que a acompanha: «Esta antífona diz-se a todas as Horas, e serve de antífona, de capítulo, de hino, de versículo e oração, quer a Matinas quer nas demais Horas. E o bem-aventurado Francisco, em cada uma das Horas, não recitava mais que esta antífona com os respectivos salmos”. Ou seja: ele e os seus irmãos rezavam-na pelo menos sete vezes ao dia – tantas como eram, então, as Horas do Ofício.

Como noutros casos, Francisco recorreu a uma antiga oração da Festa da Assunção da Virgem Maria. Transcrevo-a para se verem as semelhanças e as diferenças, e a riqueza da experiência teológica de Francisco: “Virgem Maria, não veio a este mundo mulher semelhante a ti, esplendente como uma rosa, fragrante como um lírio, roga por nós a teu Filho.”

ESTE ARTIGO CONTINUA

Share Button

 

comentário(s)

  1. Graças a minha mãe,que estou perseverando,ela me ensinou o caminho da cruz,e os padres marianos da paróquia que eu frequento,me falaram do Mistério da Santíssima Trindade,e falaram da Mãe que é a minha! Mãe.Amém.Shalom.

  2. Ir. Erica Rockenbach disse:

    Gostei imensamente do artigo sobre Nossa Senhora “Maria Filha, Mãe, Esposa, Por que?”

  3. Norma dos Santos Biscaro disse:

    Parabéns pelo site, adorei!! Belas matérias muito bem explicadas e esclarecedoras,um site para encher nossos corações de boas infomações. Peço e Jesus e Maria para que muitas pessoas (principalmente jovens) e entrarem e lerem os artigos. Deus os abençoe.

Deixe uma resposta