Ano Paulino: as cartas de São Paulo

quarta-feira, julho 23, 2008

ANO PAULINO: CARTAS DE SÃO PAULO

EMBLEMA OFICIAL DO ANO PAULINO

As correntes: São Paulo foi preso e acorrentado; a espada: ele morreu pela espada; a Bíblia: foi um grande pregador da Palavra de Deus: 29 VI (29/06) – 2008 / 2009: Festa de São Paulo e início e fim do Ano Jubilar

 

Introdução geral

Paulo é uma das figuras mais importantes do Novo Testamento. As informações sobre sua vida estão nos Atos dos Apóstolos e nas Cartas que ele escreveu. Nasceu por volta do ano 10 da nossa era, na cidade de Tarso da Cilícia (At 9,11). Filho de judeus, da tribo de Benjamim, cresceu à sombra da mais perfeita tradição judaica (Fl 3,5). Jovem ainda, foi para Jerusalém, onde se especializou no conhecimento da sua religião. Tornou-se mestre e fariseu, ou seja, especialista rigoroso e escrupuloso no cumprimento de toda a Lei judaica e seus pormenores (At 22,3).

Cheio de zelo pela religião, começou a perseguir os cristãos (Fl 3,6), até que se encontrou com o Senhor na estrada de Damasco (At 9,1-19). A experiência de Jesus mudou completamente sua vida até a morte, situada por volta do ano 67.

Paulo é homem bem preparado. Além de conhecer a fundo a religião de seus pais, possui boas noções das filosofias e religiões gregas do seu tempo. Escreve e fala em grego. Enquanto judeu, tem mentalidade completamente diferente da dos gregos. Mas se esforça para assimilar a maneira de pensar dessa gente. Além disso, é cidadão romano (At 16,37). Ele soube tirar partido desse título, bem como de toda a bagagem cultural que adquiriu, para conduzir todos a Jesus (1Cor 9,19-22).

Lendo o que ele escreveu, podemos ter uma idéia de como era seu caráter: às vezes, muito meigo e carinhoso; outras vezes, severo. Não abre mão e ameaça com castigos. Escrevendo às comunidades, compara-se à mãe que acaricia os filhinhos e é capaz de dar a vida por eles (1Ts 2,7-8). Sente pelos fiéis novamente as dores do parto (Gl 4,19). Ama-os, e por isso se sacrifica ao máximo por eles (2Cor 12,15). Mas é também pai que educa (1Ts 2,11), que gera as pessoas, por meio do Evangelho, à vida nova (1Cor 4,15). Sente, pelas comunidades que fundou, o ciúme de Deus (2Cor 11,2), temendo que elas percam a fé. Quando se faz necessário, é severo e ameaça, exigindo obediência (1Cor 4,21).

Paulo é capaz de amar todos os membros das comunidades, sem distinções. Constantemente os chama "caríssimos" e "amados". Quer que todos sejam fiéis a Deus. É assim que se tornarão seus filhos, como, por exemplo, o é Timóteo (1Cor 4,17). É interessante ler as Cartas de Paulo e anotar com quanta freqüência ele usa expressões tais como: tudo, todo, sempre, continuamente, sem cessar, etc., para com elas expressar sua constante preocupação para com todos.

Atividade apostólica

Jesus, durante sua vida, se movimentou quase que exclusivamente dentro de uma pequena região, a Palestina. Poucas vezes ele esteve em terras que não pertenciam aos judeus. Falou do Reino semelhante ao grão de mostarda que cresce e abriga os pássaros (Lc 13,18-19). E pediu que os discípulos percorressem o mundo e anunciassem o Evangelho a todos (Mc 16,15).

Depois que se converteu, Paulo começou a anunciar o Evangelho aos judeus. Mas eles o perseguiam e lhe criavam uma série de obstáculos. Diante da rejeição do Evangelho por parte dos seus conacionais, ele se volta para os pagãos (At 13,44-49). Até o fim da vida, Paulo tem consciência de ter sido destinado a levar a Palavra de Deus aos pagãos, pois, em Cristo, o Pai chama todos à salvação. A esse projeto Paulo dá o nome de mistério, e ele é seu principal executor.

ESTE ARTIGO CONTINUA

Share Button

 

comentário(s)

  1. Custódia Santos disse:

    Gostei muito do artigo; uma verdadeira catequese, para quem não está inserido nos estudos Bíblicos, e não só! creio que a quase todos os cristãos leigos, que querem levar a Bíblia a sério, há sempre pormenores a ter em conta para compreender cada texto no seu contexto original, e adaptação aos tempos de hoje; a cada realidade comunitária e pessoal.

  2. Vani Azevedo de Almeida disse:

    Muito bom este artigo,já li as cartas de paulo,mas
    agora tenho um outro motivo para reler novamente cfe.indicação deste artigo.Vamos começar nos dias 1º,2º e 3º de Setembro/08 estudo das cartas de Paulo em nossa Paroquia, visto que nosso Papa instituiu apartir de junho até julho/09 o ano paulino.Parabens pelo site, que o Espirito Santo
    ilumine sempre vocês para que possam trazer sempre novidades para nos leigos.Abraços.

  3. Maria Terezinha Gomes disse:

    Toda pessoa que se converte é perseguida, mas como Ele falava, quem quiser estrar no céu, tem que ter perseguição, sofrimento. Amém. Shalom.

  4. Aldeane disse:

    Foi tudo que estava procurando, uma verdadeira catequese, aberta a todos. Que seja divulgado e que todos possam conhecer e evangelizar. Que Deus o abençoe a todos…

  5. cleusa disse:

    Nossa! Gostei muito! S. Paulo é o padroeiro da comunidade que participo. Sou ministra de Eucaristia,…inclusive queria idéias sobre alguma coisa para fazermos neste ano paulino…

  6. MARIA DAS GRAÇAS disse:

    ESTE ARTIGO SOBRE PAULO E MARAVILHOSO, ESTAMOS APROFUNDANDO NESTE ANO PAULINO SOBRE A VIDA DESTE HOMEN DE DEUS, MUITAS COISAS PASSAMOS A CONHECER SOBRE ELE DEVIDO ARTIGOS COMO ESTE E PARA NÓS CRISTÃOS É MUITO BOM, POIS PRECISAMOS BUSCAR A SANTIDADE ATRAVES DE NOSSA HISTÓRIA, ATRAVES DOS HOMENS QUE FIZERAM ACONTECER ESTA HISTÓRIA. AMO MUITO MINHA IGREJA, SEI QUE PAULO FOI FUNDAMENTAL PARA QUE NOSSA IGREJA. BEIJOS!!!

  7. João Elison disse:

    Quero deixar aqui os meus agradecimentos aos desenvolvedores deste site, pq estive procurando alguns artigos sobre as cartas paulinas na internet e pela graça de DEUS encontrei este site, parabens por todo o conteúdo presente neste site, achei maravilhoso não só este artigo, mas tudo o que eu li aqui.
    fiquem com DEUS e continuem sempre assim.
    Parabens mais una vez.

  8. Maria das Graças da Silva disse:

    Gostei muito da explicação sobre a órdem das cartas de São Paulo. Na nossa Igreja de Santo Expedito, em Campo Grande – RJ, estamos preparando um estudo sobre as cartas de São Paulo.
    A Paz de Jesus e o amor de Maria a todos !

  9. Júlio César disse:

    Muito bom!
    Assim, como Paulo nós continuamos a Missão. É Cristo que nos envia, ele nos orienta. Paulo é o grande Apóstolo de Cristo, pois ele fez um encontro com o Senhor, e nós também podemos faze-lo. Assim, como Paulo quem encontra Jesus tem paz e alegria nesta e na outra vida.

Deixe uma resposta