Festa da Sagrada Família

domingo, dezembro 30, 2007

Igreja celebra festa da Sagrada Família

(Rádio Vaticano)

A Igreja celebra hoje a festa da Sagrada Família, e foi a ela que Bento XVI dedicou a alocução proferida antes da recitação do Angelus do meio dia, juntamente com os milhares de fiéis congregados na Praça de São Pedro, e com cerca de um milhão de espanhóis que em Madrid participam no encontro das famílias, em ligação televisiva.

Seguindo os Evangelhos de Mateus e Lucas – salientou o Papa – “fixamos o olhar em Jesus, Maria e José e adoramos o mistério de um Deus que quis nascer de uma mulher, a Virgem Santa, e desta maneira entrar neste mundo, seguindo o caminho que é comum a todos os homens. Fazendo assim santificou a realidade da família, colmatando-a de graça divina e revelando plenamente a sua vocação e missão”.

Bento XVI recordou depois a grande atenção que o Concilio Vaticano II prestou á família. “Os esposos – afirma o Concilio – são um para o outro, e para os filhos as testemunhas da fé e do amor de Cristo. A família cristã participa assim da vocação profética da Igreja: com a sua maneira de viver “ proclama em alta voz as virtudes presentes do reino de Deus e a esperança na vida bem-aventurada. É por isso que a Igreja se encontra empenhada na defesa e promoção da dignidade natural e no altíssimo valor sagrado do matrimónio e da família”.

E foi então que Bento XVI dirigiu a sua saudação em língua espanhola aos participantes no encontro das famílias, na capital espanhola, convidando as famílias cristãs a fazer experiência da presença amorosa do Senhor nas suas vidas.

O Papa encorajou a dar testemunho perante o mundo, da beleza do amor humano, do matrimónio e da família, inspirando-se no amor de Cristo pelos homens.

Fundada na união indissolúvel entre um homem e uma mulher, a família constitui o âmbito privilegiado no qual a vida humana é acolhida e protegida, desde o seu inicio até á morte natural, acrescentou Bento XVI, salientando:”portanto os pais têm o direito e o dever fundamental de educar os seus filhos na fé e nos valores morais que dão dignidade á vida humana. Vale a pena empenhar-se pela família e pelo matrimónio, porque vale a pena empenhar-se pelo ser humano, a realidade mais preciosa entre aquelas que foram criadas por Deus”.

O Papa dirigiu-se depois de maneira especial ás crianças para que amem os seus pais, irmãos e irmãs, e rezem por eles; aos jovens para que estimulados pelo amor aos seus pais, sigam com generosidade a sua vocação matrimonial, sacerdotal ou religiosa; aos anciãos e aos doentes, para que encontrem a ajuda e a compreensão de que necessitam. E concluiu com uma saudação aos esposos:

“queridos esposos, contai sempre com a graça de Deus, para que o vosso amor seja cada vez mais fecundo e fiel”.

(Fonte: www.cancaonova.com)

PARA SABER MAIS SOBRE A SAGRADA FAMÍLIA, CLIQUE AQUI.

Share Button
Se gostou desse artigo...

 

comentário(s)

  1. Tecla Maria de Santana Coutinho disse:

    Fiquei feliz com as pesquisas que fiz neste site.Todas as noites rezo pelas Clarissas do mundo inteiro, especialmente por Irmã Maria dos Anjos do Mosteiro Santa Clara de Campina Grande. Deus abençoe a todas as Clarissas e a todos os frades. Obrigada

  2. keilla disse:

    e muito bom

  3. keilla disse:

    e muito legal

Deixe o seu comentário