15º Domingo C – o bom samaritano

domingo, julho 15, 2007

Existem casos em que as pessoas estão muito longe do Senhor, e nós pensamos que são esses que precisam voltar. Mas existem pessoas que estão longe de Deus, separados apenas por uma membrana. Quantos de nós estamos afastados do Senhor, por uma fina membrana? E somos nós que precisamos romper essa distância.

O homem do evangelho havia deixado Jerusalém para trás e seguia para Jericó. Jerusalém era a cidade de Deus e Jericó a do comércio. O homem dava as costas para Deus, e seguia em direção aos prazeres. Como o filho pródigo, ele foi buscar as delícias do mundo. Como diz o Evangelho, aquele homem foi assaltado e espancado.

“Jesus então contou: Um homem descia de Jerusalém a Jericó, e caiu nas mãos de ladrões, que o despojaram; e depois de o terem maltratado com muitos ferimentos, retiraram-se, deixando-o meio morto. Por acaso desceu pelo mesmo caminho um sacerdote, viu-o e passou adiante. Igualmente um levita, chegando àquele lugar, viu-o e passou também adiante. Mas um samaritano que viajava, chegando àquele lugar, viu-o e moveu-se de compaixão. Aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando nelas azeite e vinho; colocou-o sobre a sua própria montaria e levou-o a uma hospedaria e tratou dele. No dia seguinte, tirou dois denários e deu-os ao hospedeiro, dizendo-lhe: Trata dele e, quanto gastares a mais, na volta to pagarei” (Lc 10, 30-35).

Jesus é esse que nos socorre em nossas tribulações. Ele desce mais baixo que a nossa miséria, para nos levantar. Ele derrama o azeite primeiro, que é o próprio Espírito Santo, que vem curar as nossas feridas. Ele nos coloca em seus ombros e nos leva para hospedaria, que é a Sua Igreja. Para os cuidados, Ele deixa dois denários: a Palavra de Deus e a Eucaristia. E ainda promete que o que for gasto a mais, quando Ele voltar em sua vinda gloriosa, pagará o que é justo para aquele que cuidar dos seus.

Quando somos salvos por Jesus, devemos ir como o samaritano ao encontro de tantos que, como nós, algum dia foram violentados pelo mundo. Você precisa ser um samaritano e se gastar na salvação de muitos.

Gaste-se, pois se você gastar mais do que pode, quando Jesus voltar, Ele pagará a sua recompensa.

(www.cancaonova.com)

Share Button

 

comentário(s)

  1. euclides disse:

    adorei esta explicacao.
    muito obrigado e que Deus os abencoe hoje e sempre

  2. Ceres Maria G.T.Dos Santos disse:

    É maravilhoso, mas é sempre bom ler e meditar na parábola. Que todos nós sejamos o bom samaritano.

  3. vagner disse:

    nunca tinha observado esta parabola por esta otica, e gostei muito, realmente me comoveu e me fez pensar um pouco, sobre o sentido de servir ao próximo

Deixe uma resposta