54. O relógio de louvores: como é o dia-a-dia de uma clarissa?

terça-feira, dezembro 5, 2006

Durante o silêncio da noite elas fazem vigília de adoração ao Santíssimo Sacramento. Como sentinelas se revezam em espírito de oração e desagravo.

O sino soa às 4:30h da manhã chamando-as para a recitação das primeiras horas do Ofício Divino: Matinas e Laudes. Geralmente as horas do Ofício são sempre cantadas. Depois disto, fazem uma hora de meditação bíblica. Logo após, participam da Missa, que é o auge espiritual do dia no Mosteiro.

Às 8:00h rezam novamente outra hora canônica do Ofício Divino: Tércia. Depois desta oração, dirigem-se para o café da manhã.

Após o café, iniciam as diversas atividades da casa, que podem ser a limpeza do Mosteiro, os trabalhos no jardim e horta, o preparo de alimentos, a confecção de hóstias, artesanato, paramentos etc. Todo este período é entrelaçado com a adoração eucarística, já que o Santíssimo Sacramento sempre fica exposto nos Mosteiros de clarissas. Assim, cada Irmã se dirige individualmente para a Capela no horário que lhe é destinado para a adoração.

Às 12:00h o sino novamente as chama para a recitação de outra hora litúrgica: Sexta. Depois vem o almoço, que é sempre acompanhado por uma leitura espiritual.

Após a refeição, fazem os serviços domésticos e têm um pequeno tempo livre para descanso e estudos. Depois, voltam a recitar o Ofício Divino com a hora deNoa.

À tarde retornam para os trabalhos iniciados na parte da manhã e nele permanecem até as 16:30h, quando, então, rezam o terço e em seguida uma outra hora canônica: Vésperas.

Às 18:00h após a oração do Angelus, tomam uma pequena refeição e, depois do serviço doméstico, têm um tempo de recreação de uma hora.

Às 20:30h dirigem-se novamente para a Capela, a fim de rezar a última hora litúrgica do dia: Completas.

No final da oração as Irmãs se recolhem às suas celas (quartos) individuais para dormir e descansar, enquanto que uma Irmã permanece na Capela, no intuito de iniciar a adoração noturna. Haverá, então, um revezamente ininterruptode adoração até queo sino novamente toque às 4:30h da manhã, despertando-as para mais um dia de louvor.

“considero-te auxiliar do próprio Deus e
sustentáculo dos membros vacilantes de Seu Corpo inefável”
(Santa Clara)

(Peça orações às Irmãs Clarissas clicando no alto do nosso site em “Peça Orações”)

Share Button

 

comentário(s)

  1. Maria -Olívia Rodrigues disse:

    Muito bem resumido; esplica com muita didática a vida das Clarissas. É importante, para os leigos, conhecerem com detalhes, a vida das contemplativas, nossas irmãs, às quais nos unimos (ou deveremos estar unidas) para uma unidade espiritual, no caso,Franciscana-cristã. Abraços, M.Olívia OFS

  2. Débora Braga disse:

    Achei bonita a vida de dedicação das irmãs! Que elas continuem assim, dedicadas e louvando ao Senhor! Ajudando a interceder por um Brasil melhor, sem violência e doenças emocionais! E a interceder por nós, que diante delas somos meras pessoas comuns, errantes e pecadores. Que Deus abençoe as irmãs Clarissas do Brasil!

  3. Ignez Ribeiro de Almeida disse:

    Muito linda esta vida regrada de oraçao: adoraçao e trabalho. O mundo esta precisando muito de oraçao e sacrificios. Fiquem com Deus.

  4. Custódia Santos disse:

    Vidas maravilhosas cheias, plenas, esperanças de um mundo de paz e amor.

Deixe uma resposta